A Prefeitura de Jaraguá do Sul, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, iniciou a cerca de um mês o mutirão de consultas, exames e pequenas cirurgias que ficaram represadas por conta da pandemia de coronavírus. É a maior mobilização registrada na área da Saúde, até agora, com o objetivo de fazer fluir a fila de espera. Até o momento foram feitos 2.160 procedimentos. Segundo explica o secretário de Saúde, Alceu Gilmar Moretti, a expectativa é realizar até o mês de dezembro cerca de 24.450 procedimentos nas mais diversas especialidades.

A dona de casa Almida de Borba Treutler precisava fazer uma ressonância no ombro mas, em função da pandemia, o procedimento acabou atrasando. Com o mutirão, veio o alívio, e ela conseguiu realizar o exame. “Estou muito feliz, agora vou ter o diagnóstico certo e fazer o tratamento adequado para o caso”, comemorou.

Os atendimentos do mutirão estão sendo feitos nos hospitais Jaraguá e São José de Jaraguá do Sul e no Hospital Santo Antônio de Guaramirim. O Município está investindo na ação R$ 2.477.416,00, com recursos próprios e de emenda parlamentar. “Mensalmente, realizamos em torno de 13 mil procedimentos. O mutirão está fazendo avançar expressivamente esta demanda de espera”, pontua Moretti.

A diretora de Gestão Técnica da Secretaria Municipal de Saúde, Fabiana Conrado, lembra que as pessoas que estão aguardando pelos procedimentos devem ficar atentas aos contatos telefônicos. “É preciso que o munícipe tenha o cadastro atualizado junto à Unidade Básica de Saúde, pois as informações e agendamento de consultas e exames estão sendo feitos por meio do número de telefone informado no cadastro. Estamos ligando e enviando mensagem. Também é possível acompanhar a evolução dessa fila pelo site da prefeitura”.

A diretora lamenta, no entanto, as faltas que estão ocorrendo para procedimentos já agendados, o que acaba atrapalhando o fluxo programado. “Se a pessoa não comparece para realizar a consulta ou exame, e não avisa, ela acaba tirando o lugar de outro paciente e atrasando todo o processo”.

O prefeito de Jaraguá do Sul, Jair Franzner, enfatiza que a saúde é uma das áreas prioritárias do governo municipal e terá uma atenção ainda mais especial. “Nosso propósito é que o cidadão receba o atendimento que precisa, o mais rápido possível, por isso, não medimos esforços para que isso ocorra”.

Em caso de dúvidas sobre o mutirão, a pessoa poderá se informar na Unidade Básica de Saúde de referência.

Procedimentos:

  • 2.500 audiometrias
  • 2.500 logoaudiometrias
  • 2.500 imitânciometrias
  • 2.000 consultas cardiologia + eletrocardiograma
  • 2.000 consultas proctologia
  • 2.000 consultas urologia
  • 2.000 ultrassonografias
  • 1.500 consultas otorrinolaringologia
  • 1.000 ressonâncias magnéticas
  • 1.000 tomografias
  • 1.000 consultas vasculares
  • 800 colonoscopias
  • 600 holter 24 horas
  • 500 ecodoppler
  • 500 endoscopias digestivas
  • 500 tomografias
  • 500 pequenas cirurgias
  • 400 bera
  • 300 cintilografias
  • 450 espirometrias
  • 100 mapa
  • 100 videolaringoscopia