Uma moradora de Jaraguá do Sul tomou um susto na manhã desta segunda-feira (21). Sara dos Anjos, 21 anos, estava indo para o trabalho e se deparou com um escorpião-amarelo.  O animal peçonhento estava na calçada na rua Expedicionário Gumercindo da Silva, no Centro.

De acordo com Sara, o bicho estava na frente de um supermercado e próximo de uma creche. “Eu acabei pisando no escorpião, porque fiquei com bastante medo. Um bicho desses pode até mesmo matar”, comenta.

Tityus serrulatus, conhecido popularmente como escorpião-amarelo, é um escorpião típico do Sudeste, Centro-oeste e Nordeste do Brasil. É a espécie que mais causa acidentes graves, com registro de mortes, principalmente em crianças. O inseto possui as pernas e a cauda amarelo-claro e o tronco escuro.

A denominação da espécie vem da presença de uma serrilha nos 3° e 4° anéis da cauda. Mede até 7 cm de comprimento. Uma fêmea tem aproximadamente dois partos por ano com, em média, 20 filhotes cada. Um escorpião pode ter 160 filhotes durante a vida.

Confira algumas dicas para evitar acidentes com escorpiões:

- Usar luvas de couro para manipular entulho e material de construção;

- Não mexer em lixo ou entulho acumulado;

- Limpar terrenos baldios próximos à sua casa;

- Colocar telas nos ralos, pias e protetores nas portas;

- Evitar acúmulo de lixo;

- Olhar antes de calçar sapatos e botas;

- Evitar a presença de baratas em casa (alimento dos escorpiões);

- Não deixar grama alta ou mato;

- Evitar manipular escorpiões, e quando necessário, usar pinças e material adequado;

- Manter limpos os comedouros e bebedouros de animais.

Quer receber as notícias no WhatsApp?