Faleceu na tarde deste domingo (29), aos 44 anos, o oceanógrafo Leocádio Neves e Silva, que exercia a função de presidente da Fundação Jaraguaense do Meio Ambiente (Fujama). A causa do seu falecimento foi um câncer  que se manifestou há oito anos. Na ocasião, Leocádio fez uma cirurgia e retirou o estômago. Cinco anos depois, o mesmo tipo de câncer voltou, instalando-se no mediastino, região próxima ao pulmão. Uma nova cirurgia foi realizada e um tratamento com medicamentos teve início. Em setembro de 2016, o presidente da Fujama passou por uma terceira cirurgia e prosseguiu tomando remédios. Durante todo o processo de tratamento, Leocádio se manteve ativo profissionalmente, cumprindo, dentro das possibilidades, todos os seus compromissos. Na última terça-feira (24), foi internado no Hospital São José. Devido à extensão da doença, decidiu-se que não valeria o risco de uma quarta intervenção cirúrgica. Na tarde do dia 29, Leocadio não resistiu, vindo a falecer. O oceanógrafo deixou enlutados a esposa Josiane Duwe, os filhos Bernardo Mohr e Silva e Maria Luiza Mohr e Silva e o enteado Henrique Duwe Rosa, além de demais familiares,  amigos e colegas de trabalho. O velório do presidente da Fujama, Leocádio Neves e Silva, acontece na capela mortuária Vitório Lazzaris, no Cemitério Municipal da Vila Lenzi. O Cortejo fúnebre sairá às 16 horas desta segunda-feira (30), em direção ao Crematório Catarinense, no bairro Nereu Ramos. ATUAÇÃO PROFISSIONAL  Nascido em São Francisco do Sul, em 1973, Leocádio era oceanógrafo formado pela Universidade do Vale do Itajaí (Univali). Era também mestre em Planejamento Urbano e Regional e Desenvolvimento de Políticas Públicas pela Universidade do Vale do Itajaí. Foi presidente da Fujama a partir de janeiro de 2013. Ocupou a função de secretário municipal da Defesa Civil entre novembro de 2015 e setembro de 2016. Foi assessor de gestão do Samae Jaraguá do Sul no período 2005/2006 e de 2007 a 2010 e assessor da Fujama de janeiro a setembro de 2007. Atuou também como membro do Conselho Municipal do Meio Ambiente (Comdema), do conselho do Samae, do Conselho Municipal de Proteção e Defesa Civil, do Conselho Municipal do Saneamento Básico, Conselho Municipal da Cidade e do Comitê de Gerenciamento. Leocádio, atuou também na iniciativa privada em Florianópolis, Balneário Camboriú e Itajaí. O Grupo OCP registra aqui o pesar pelo falecimento de Leocádio Neves e Silva. Fonte: Prefeitura Municipal de Jaraguá do Sul