Convidado pelo secretário estadual de Saúde Vicente Caropreso (PSDB), o ministro Ricardo Barros confirmou agenda em Jaraguá do Sul nesta sexta-feira (27).  Ele terá compromisso em Florianópolis pela manhã e à tarde estará no município. A informação foi levantada pela jornalista Patrícia Moraes. Ele virá para conhecer os dois hospitais do município e, em especial, o modelo de gestão adotado no São José. O presidente do conselho da unidade, o empresário Vicente Donini falará sobre a experiência bem sucedida à frente do hospital, que é comandado por um grupo de empresários. “Vamos exportar esta experiência para outros municípios de Santa Catarina  e quem sabe para o país”, diz Caropreso, que  explica que neste momento não há expectativa de assinaturas de novos convênios. Na quarta-feira, o jaraguaense esteve em Brasília, onde reivindicou oficialmente ao ministro um repasse mensal de R$ 6 milhões para que o Estado consiga diminuir o déficit de cirurgias eletivas. A preocupação também é com a dívida do Hospital Jaraguá, de mais de R$ 20 milhões originadas com as obras de ampliação. O tucano tenta intermediar um prazo maior com a Caixa Econômica Federal  para o pagamento do montante. O último ministro de Saúde que visitou Jaraguá do Sul foi José Serra, há 17 anos,  que veio também a convite de Caropreso.