Começou nesta segunda-feira (23) mais uma Campanha Nacional de Vacinação contra o vírus influenza. Até o dia 1º de junho, 60.413 pessoas, inclusas nos grupos prioritários, devem ser imunizadas contra a gripe nos cinco municípios da microrregião do Vale do Itapocu. Quer receber as notícias do OCP Online no WhatsApp? Clique aqui Em Jaraguá do Sul, os 21 postos de saúde com sala de vacinação já foram abastecidos com cerca de 40% das cerca de 37.270 vacinas que serão destinadas para a cidade. O dia D de mobilização será no dia 12 de maio, num sábado. LEIA MAIS: https://ocponline.com.br/saiba-mais-sobre-vacinacao-contra-gripe-em-jaragua-do-sul-e-regiao/ Fazem parte dos grupos prioritários crianças entre seis meses e cinco anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde, povos indígenas e professores do ensino infantil, fundamental, médio e de universidades. Também estão inclusas as pessoas com 60 anos ou mais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional. Conforme a enfermeira de imunização em Jaraguá, Ana Kneipp, apenas os idosos alcançaram a meta de vacinação no ano passado. “Eles são sempre os primeiros a comparecem nos postos”, observa. Ela destaca a baixa adesão das crianças e dos professores, que passaram a ser beneficiados com a campanha em 2017. “Era um pedido antigo da classe, mas não teve o alcance esperado”, comenta a enfermeira. O estabelecimento dos grupos prioritários, conforme Ana, é necessário porque estes públicos são mais sensíveis ao vírus e mantêm ele em circulação por mais tempo. A vacina desse ano protege contra três variações da gripe: o influenza A, nas variações H1N1 e H3N2, e influenza B. A advogada Brenda Soares tem conhecimento sobre a importância da imunização e levou o filho Lorenzo Soares, de quatro anos, logo no primeiro dia da campanha ao posto da Reinoldo Rau, no Centro. “Procuro prevenir com antecedência, para quando chegar o frio ele já estar imune. Faço isso todos os anos. Ele não tem nenhuma reação negativa à vacina”, conta Brenda. Em Santa Catarina, devem ser distribuídas quase dois milhões de vacinas. A meta é alcançar uma cobertura de pelo menos 90% do público alvo. Até o momento, Santa Catarina recebeu 761.000 doses da vacina contra a influenza, o que representa 37% do total.

Instituições privadas também realizam campanha

O Serviço Social da Indústria (Sesi) também já iniciou a Campanha de Vacinação Contra a Gripe, oferecendo doses trivalentes e tetravalentes, que protegem contra dois subtipos da influenza B. Toda a comunidade pode se vacinar no local, mas trabalhadores da indústria e dependes tem acesso a valores diferenciados. Quem for sócio da Associação Empresarial de Jaraguá do Sul (Acijs), também tem desconto na aquisição das doses. As vacinações acontecem de segunda à quinta-feira, das 8h às 19h30, e na sexta-feira, das 8h às 18h, sem fechar para o almoço. No próximo dia 28, um sábado, o horário será das 8h às 16h. Dúvidas podem ser tiradas pelo telefone 3372-9405 ou 3372-9421.

Confira abaixo os valores para vacinação no Sesi

Vacina trivalente R$ 36 por dose para trabalhador da indústria R$ 42 por dose para dependentes do trabalhador R$ 50 por dose para a comunidade Vacina tetravalente R$ 46 por dose para trabalhador da indústria R$ 52 por dose para dependentes do trabalhador R$ 70 por dose para a comunidade *Crianças serão vacinadas somente a partir de cinco anos de idade.

Meta dos municípios da microrregião

Corupá: 4.570 Guaramirim: 9.085 Jaraguá do Sul: 37.270 Massaranduba: 4.989 Schroeder: 4.499 Na microrregião: 60.413