Depois de quatro mandatos como prefeito e oito anos afastado das campanhas eleitorais, Davio Leu (PSD) tenta a sua quinta eleição para a Prefeitura de Massaranduba, mesmo que, segundo ele, a crise econômica vá atingir com mais força os orçamentos dos municípios nos próximos anos. Leu se defende de um pedido de impugnação de sua candidatura movido pela coligação que apoia seu adversário direto, o atual vice-prefeito Armindo Sesar Tassi (PMDB). O processoa lega inegibilidade pela rejeição de suas contas pelo Tribunal de Contas do Estado quando foi prefeito – tanto entre 1989 a 1992, quanto entre 2001 a 2008. E por demissão de servidor público, irmão de um desafeto político, causando prejuízos aos cofres públicos com a reintegração determinada pelo Ministério do Trabalho. Leu diz que já providenciou defesa, que nunca teve contas rejeitadas por dano pelo TCE em seus quatro mandatos e que “já há jurisprudência e outros acórdãos quanto à demissão de servidores. Estou bastante tranquilo.” Tassi também se defende de um pedido de inegibilidade e foi afastado da Prefeitura por decisão da Justiça. Para enfrentar a queda acentuada no repasse do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias), a principal arrecadação dos municípios, por conta da diminuição do faturamento das empresas, ele diz ter a receita. “Vamos usar nossa experiência na gestão pública, com criatividade e, principalmente, não loteando cargos públicos antes mesmo de se saber o resultado das urnas”, afirma o candidato. Leu também garante ter bom trânsito junto ao governo do Estado, principalmente, para buscar recursos. Em entrevista ao OCP, o candidato anunciou um governo baseado no tripé qualidade de vida, retomada do crescimento econômico do município, eficiência e produtividade do serviço público. Veja abaixo algumas das metas anunciadas pelo candidato. saudeSAÚDE 1. Ativação definitiva do Hospital João Schreiber, inaugurado em 2008 (no último mandato de Leu), com a implantação de um modelo de gestão clínica no quadro permanente de servidores. 2. Contratação de especialidades médicas, se necessário, para atender a demanda de consultas na rede municipal de saúde pública. 3. Eficiência e produtividade dos servidores da saúde (e de todas as outras áreas) com estímulos à produtividade. desenvolvimentoDESENVOLVIMENTO ECONÔMICO 1. Políticas públicas para a geração de empregos e renda em parceria com as empresas locais e para outras interessadas em se instalar no município. 2. Apoio à indústria de transformação de alimentos. 3. Programas de diversificação da produção agrícola, hoje ainda centralizada no arroz, banana e palmeira real. educacaoEDUCAÇÃO 1. Reclassificação (funções) dos profissionais do magistério. 2. Retomada do diálogo com o Serviço Nacional de Aprendizado Industrial (Senai) e Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc) para a implantação de cursos profissionalizantes. 3. Programa de manutenção permanente de escolas da rede municipal de ensino. DAVIO LEU - RECORTEPerfil do candidato Nome: Davio Leu (PSD) Idade: 68 anos (25/2/1948) Coligação: PSD, PP, PT Naturalidade: Massaranduba Formação: Ensino fundamental completo Ocupação: Servidor público aposentado Valor de bens declarados: R$ 2.054.347,75