A marca de sorvetes Kibon está lançando novas embalagens dos sorvetes Cremosíssimos, que passam a ter os sabores e marca identificados também em braille - sistema de leitura e escrita para pessoas com deficiência visual 

A iniciativa é uma parceria com a Fundação Dorina Nowill para Cegos - organização sem fins lucrativos que se dedica à inclusão social de pessoas com deficiência visual. 

“Essa é uma iniciativa inédita tanto para a Kibon quanto para a Unilever no Brasil. Queremos aprender mais sobre a luta das pessoas com deficiência visual, contribuir para que a rotina delas seja mais acessível e fomentar a inclusão social”, destaca Ernesto Viramontes, diretor de marketing da Kibon. 

A Kibon prevê implementar a transcrição em braille nos demais produtos do portfólio no futuro.  

Embalagem do sorvete Cremosíssimo sabor napolitano mostra o selo da Fundação Dorina Nowill para cegos
Nova embalagem tem o selo da Fundação Dorina Nowill para Cegos | Foto Divulgação/Kibon

Para Viramontes, essa é uma questão fundamental, já que mais de seis milhões de brasileiros possuem algum tipo de deficiência visual e precisam ter mais autonomia no dia a dia.  

“Queremos replicar essa parceria e inserir a transcrição em braille nas embalagens de todo portfólio de sorvetes Kibon”, explica o executivo.

 

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito: 

WhatsApp  

Telegram  

Facebook Messenger