Bom, já dizia o famoso ditado "quem não tem cão, caça com gato". Porém, dessa vez não funcionou muito bem. O indiano Salman Mirza de 25 anos, decidiu levar a ex-noiva e outra mulher para uma noite de sexo em um hotel de Ahmedabad, em Gujarat, na Índia, e na falta de preservativo, o jovem decidiu usar uma espécie de cola-adesiva muito forte no pênis, como proteção antes de terem relação.

No entanto, de acordo com a polícia local, Salman foi encontrado inconsciente e levado ao Hospital Civil Sola, onde acabou morrendo. A história toda foi publicada no jornal “The Times of India”, na edição da última terça-feira (24).

De acordo com as informações divulgadas pela polícia, os dois teriam indo para o hotel com outra mulher em um auto rickshawn (veículo muito popular na índia).

“Verificamos a filmagem da câmera de segurança e encontramos o Mirza e a ex-noiva entrando no hotel. Ele foi encontrado inconsciente no dia seguinte”, disse o oficial.

Segundo a Polícia, Salman e a ex-noiva haviam consumido droga e depois decidiram ter relação sexual com a outra mulher que estava acompanhando os dois no hotel.

“Como não tinham proteção, resolveram aplicar o adesivo nas partes íntimas para que ambas das mulheres não engravidassem".

As autoridades ainda afirmaram que o uso do adesivo piorou o estado de saúde do jovem, que acabou morrendo por complicações, incluindo falência múltipla de órgãos.

Os familiares de Salman deram queixa à polícia. Após a morte do jovem, as autoridades registraram a queixa como morte acidental e deram início à uma investigação sobre o caso.