Jornalista dá o primeiro passo para gravar documentário na Aldeia Piraí

Jornalista dá o primeiro passo para gravar documentário na Aldeia Piraí Jornalista dá o primeiro passo para gravar documentário na Aldeia Piraí

Cotidiano

Por: Natália Trentini

sexta-feira, 11:41 - 23/02/2018

Natália Trentini
O projeto audiovisual Nhandereko Nhemombe’u – em português “Jeito de Viver Guarani” –, criado pela jornalista Bárbara Elice e pelo cacique da Aldeia Piraí, Karai Ronaldo Costa, dá o primeiro passo na noite de hoje (23). Uma exibição de cinema e oficina deve apresentar um pouco do universo dos documentários ao povo Guarani, que vive em Araquari, às margens da BR-280. O evento é aberto ao público, justamente para mostrar o início desse projeto, aprovado no ano passado pelo edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura. O documentário “Waapa” – mergulho sobre a infância dos Yudja que será exibido na aldeia – é uma mostra do que se pretende criar: um curta-metragem sobre a perspectiva do povo Guarani. Bárbara explica que quatro jovens da Aldeia participam ativamente da produção: Ara Poty, Jera Poty, Ara Poty Jú e Wera Poty. Com idades entre 13 e 19, eles vão aprender técnicas de operação de câmeras e equipamentos, que depois serão difundidas por eles aos demais interessados. O roteiro é uma construção coletiva, trazendo tudo aquilo que os guaranis desejam mostrar ao mundo. O filme, que deve ficar pronto em dezembro, será dirigido por Tais Rojas Urquizar e produzido por Naiara Larsen.
×