Nesta segunda-feira (5), Joinville ultrapassou a marca de 200 mil primeiras doses de vacina contra a Covid-19 aplicadas. Se for considerada a segunda ou a dose única, esse número passa de 265 mil.

Diariamente, cerca de 500 servidores da Secretaria da Saúde participam diretamente do processo de imunização contra a doença.

 

 

Para os servidores, cada vacina aplicada é uma dose de esperança por dias melhores. Jair José Benedette, de 50 anos, foi uma das pessoas que recebeu o imunizante pelas mãos do técnico em enfermagem Gustavo Henrique Quintino.

“Eu estou feliz. Já que precisa tomar a vacina para se prevenir, o melhor é enfrentar o medo que tenho da agulha. Fico muito agradecido”, afirmou Benedette após receber a primeira dose.

Entre as histórias emocionantes que Gustavo sente orgulho de contar, tem um exemplo que veio da própria família.

A avó do técnico em enfermagem tem 80 anos, trata um problema cardíaco e toma remédio anticoagulante. Foi graças à insistência do neto que ela aceitou receber o imunizante que protege contra o coronavírus.

“Eu falei com ela e expliquei direitinho. Para mim, foi muito gratificante, porque no ano passado eu perdi uma tia para a Covid-19. Ela tinha síndrome de down e era o xodó da família”, completou.

Imunização

Desde fevereiro, quando começou a trabalhar na Central de Imunização, Gustavo já aplicou a vacina em milhares de pessoas que ele não conhece, mas também foi o responsável por imunizar a própria mãe, além de amigos da época da escola.

O secretário de Saúde de Joinville, Jean Rodrigues da Silva, relembra que no início do ano a vacina era vista como uma luz no fim do túnel.

“Hoje, através dos números que a gente analisa em relação a internação e óbitos, realmente ela tem se mostrado como o recomeço de um novo tempo. É um marco importante 200 mil primeiras doses aplicadas, mas é importante salientar que a gente só consegue ter a imunização após alguns dias da segunda dose. Para aqueles imunizantes indicados, a segunda aplicação é imprescindível”, explicou o secretário.

Com o aumento na oferta de doses, foi necessário iniciar a vacinação nas Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF) e também ativar a Central de Vacinação Tupy, no bairro Boa Vista e a Sala de Imunização do Garten Shopping.

Agendamento

O agendamento é realizado no site joinville.sc.gov.br para os grupos prioritários, assim que o município recebe a vacina enviada pelo Governo do Estado.

A coordenadora de imunização da Secretaria da Saúde, Nicole dos Anjos, faz um pedido. “Nossos servidores estão lutando diariamente para por fim à pandemia. É recomendável se vacinar, independentemente do fabricante. Nós já percebemos um aumento na quantidade de pessoas que recusam a vacina por causa da marca. Quando age desta forma, a pessoa está tirando a vaga de quem realmente quer vacinar”, enfatizou.