Um homem de 49 anos, que faleceu no final do mês de abril, foi o primeiro óbito confirmado em decorrência de complicações causadas pela dengue em Joinville neste ano.

A informação foi comprovada após investigação realizada pela equipe da Vigilância Epidemiológica, do Centro de Vigilância em Saúde da Prefeitura de Joinville.

 

 

Desde o início deste ano, a cidade confirmou 3.224 casos de dengue. Os bairros Petrópolis, Itaum e Floresta são os que registraram os maiores números de casos.

Em relação aos focos do mosquito Aedes aegypti, as principais ocorrências foram identificadas nos bairros Aventureiro, Costa e Silva e Boa Vista. Ao todo, a equipe da Vigilância Ambiental mapeou mais de 6,2 mil focos do mosquito da cidade nos primeiros meses de 2021.

Conforme a Prefeitura, a colaboração da população é fundamental para evitar a disseminação da dengue, evitando deixar água parada em garrafas, pneus e demais recipientes, colocando areia no fundo dos vasos de planta e realizando inspeções constantes nas áreas externas das residências.