Jaraguá do Sul subiu cinco posições no ranking estadual do Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) em 2015. O município pulou para a oitava colocação em relação ao ano anterior, figurando entre os dez melhores de Santa Catarina. Houve avanço em duas das três áreas avaliadas: a que une emprego e renda e a que avalia o sistema de saúde. O desempenho diminui em educação, passando da 15ª para a 19ª posição, na comparação com a edição anterior do estudo. O índice de 2015 levou em consideração dados de 2013, enquanto a anterior tinha base informações de 2012. O melhor índice foi na área de saúde (0,8981) seguido por educação (0,8866) em que o município atinge desenvolvimento alto. Em emprego e renda (0,7580) a nota é considerada moderada, mas a evolução no setor garantiu avanço de cinco colocações no ranking, figurando como a 21ª no Estado. O melhor desempenho de Jaraguá do Sul foi registrado no ano-base de 2006, quando esteve em quarto lugar na tabela estadual e em 51º no país. Depois de 2008, o município não ficou entre as dez melhores por quatro anos consecutivos e agora volta ao ranking. Na região, Massaranduba também melhorou o desempenho e ocupa o 41º lugar, pulando três posições. Guaramirim (0,8221) está na 26ª colocação de Santa Catarina. Schroeder (0,7860) e Corupá (0,7703) tiveram desenvolvimento moderado, ficando em 73º e 99º lugar no Estado, respectivamente. Em comparação com 2008, primeiro ano que a pesquisa foi realizada com base em dados de 2005, a nota geral do país avançou 21,3%. Em Santa Catarina, 98,6% das cidades catarinenses alcançaram nível de desenvolvimento alto ou moderado. Além disso, 56 municípios catarinenses estão entre os 500 maiores do país, incluindo Jaraguá do Sul, na 103ª posição. A pesquisa acompanha anualmente o desenvolvimento socioeconômico dos mais de cinco mil municípios brasileiros em três áreas de atuação: emprego e renda, educação e saúde. Criado em 2008, ele é feito exclusivamente com base em estatísticas públicas oficiais, disponibilizadas pelos ministérios do Trabalho, Educação e Saúde.