Apesar de ainda não ter chegado a 100%, Jaraguá do Sul caminha com passos firmes para aumentar a cobertura de tratamento de esgoto no município.

Atualmente, de acordo com o presidente do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto), Ademir Izidoro, 83% da cidade possui tratamento de esgoto e a projeção é de esse número aumente em pelo menos 5% nos próximos meses.

Embora não tenha atingido a “perfeição”, o número jaraguaense supera a média nacional, que é de 46%, segundo o Instituto Trata Brasil.

A média das 100 maiores cidades brasileiras é de 50,26% e apenas 10 delas tratam mais de 80% de seus esgotos. O índice jaraguaense é ainda superior ao do Sul do país, que trata apenas 44,93% dos esgotos e supera de longe a média catarinense, que é de 28,01%.

O aumento do índice de tratamento de esgoto previsto para os próximos meses se deve a um investimento considerável já divulgado, embora ainda não haja programação e cronograma para início das obras, que precisa passar por processo licitatório.

O investimento do Samae supera os R$ 10 milhões e deve contemplar a ligação de tratamento de esgoto nos bairros Jaraguá 99, Jaraguá 84, passando ainda por uma das principais vias do município, a Bertha Weege.

Segundo Izidoro, o valor estimado no termo de referência do edital de licitação é de pouco mais de R$ 11 milhões, mas os valores investidos devem fechar abaixo disso, na casa dos R$ 10 milhões.

O processo licitatório já foi aberto, mas questões burocráticas ainda o impedem de projetar datas, ressalta. “Como ainda precisamos aguardar toda essa questão da licitação, não tenho como dar um prazo para a ordem de serviço”, explica.

Apesar disso, o presidente do Samae ressalta a importância do investimento e da preocupação com o tratamento de esgoto em Jaraguá do Sul. “É fundamental para a saúde de Jaraguá do Sul. É muito importante que a gente avance neste sentido”, salienta.

Izidoro enfatiza ainda que, além dessas obras, outras devem ser realizadas no município, mas não deu detalhes de locais e prazos.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?