Com a aproximação do fim de ano, a Secretaria de Estado da Segurança Pública começa a planejar a Operação Veraneio 2016/2017. Na última quinta-feira (27) aconteceu reunião em Florianópolis para definir a atuações das instituições que participam da ação. A expectativa é que sejam investidos mais de R$ 26 milhões para transferir os policiais para o litoral. A operação traz mudanças também para a região. O subcomandante do 14° Batalhão de Polícia Militar, Major Kuze, disse que o comando da unidade vê a ação como algo importante, porém há preocupação. “Ainda não recebemos nada oficial sobre a operação. Ano passado foram cerca de dez policiais por vez que foram deslocados para ao litoral, ou seja, dez a menos na região. Sabemos que muitos moradores também migram para o litoral, mas, observamos uma mudança nos últimos anos. As pessoas não ficam mais por semanas na praia, e sim, no fim de semana e retornam, causando ainda grande movimentação em Jaraguá do Sul”, afirmou Kuze. Segundo ele, o período também dificulta os trabalhos porque, além dos policiais destacados para atender o litoral, muitos entram em recesso. “É importante lembrar que não tivemos um incremento de efetivo. Além dos empenhados na operação, existem os que estão de férias, de atestado ou de licença. O ideal seria termos mais efetivo o ano inteiro”, comentou. O lançamento oficial da operação será em dezembro, em data ainda a ser definida. A parte operacional inicia em dia 22 de dezembro e vai até 06 de março de 2017. Os valores investidos somam pagamento de diárias para os policiais transferidos de sua base para o litoral, alimentação e pagamento dos guarda vidas civis. O efetivo estará empenhado em mais de 455 quilômetros de extensão monitorada, divididas em 157 praias e balneários de 51 municípios do Estado. São 35 balneários e 17 estâncias hidrominerais. A Operação Veraneio 2015/2016 movimentou 9.165 profissionais, entre policiais militares e civis, bombeiros militares e técnicos do Instituto Geral de Perícias (IGP), atuando no litoral e interior do Estado.