• IFSC já produziu 500 máscaras;
  • Bombeiros voluntários receberam lote;
  • Ao todo, 40 pessoas participam do projeto;
  • Instituição conta com parcerias.

O Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) pretende distribuir gratuitamente cerca de dez mil máscaras de tecido para trabalhadores e estudantes de Jaraguá do Sul. Nesta quarta-feira (13), o Corpo de Bombeiros Voluntários recebeu o segundo lote da instituição.

De acordo com o IFSC, já foram produzidas 500 máscaras. Nesta sexta-feira (15), uma equipe fará a entrega aos profissionais e frequentadores da Associação dos Amigos do Autista (AMA).

Segundo a coordenadora do projeto e professora da área de Modelagem do Vestuário no IFSC, Ariela Porto, o objetivo busca fornecer proteção e informações para a comunidade.

“Queremos ir além da entrega das máscaras. Por isso temos também uma parceria com a ONG Doutor Sementinhas, que vai realizar ações lúdicas em hospitais, nas redes sociais e até em alguns bairros da cidade sobre o uso da máscara e a higiene nesse contexto de pandemia”, destaca.

Fazem parte do projeto professores e técnicos-administrativos das duas unidades do IFSC em Jaraguá do Sul (bairros Centro e Rau). Considerando também a rede de voluntários envolvida na iniciativa, cerca de 40 pessoas compõem a equipe.

A primeira entrega de máscaras ocorreu para servidores do IFSC. Além da vacina, cada servidor recebeu um kit com duas máscaras tamanho adulto e um folheto de orientações. Os servidores com filhos também receberam máscaras infantis.

Parcerias

O IFSC mantém parcerias para a produção das máscaras. Uma delas é a Doutor Semetinas, que já mantinha parcerias em projetos anteriores e, nesta iniciativa, tem um papel voltado principalmente à conscientização da população. Antes da pandemia, o grupo de voluntários realizava apresentações para levar alegria a crianças internadas. Agora, o grupo auxiliará na divulgação de informações, principalmente pela internet, nas etapas de confecção das máscaras e na distribuição dos kits produzidos pelo IFSC.

A Cafofo Amei é ligada ao reaproveitamento de resíduos têxteis e que já tinha contato com o IFSC por meio de iniciativas anteriores. Neste projeto, o principal papel da empresa é auxiliar no reaproveitamento de tecidos, que muitas vezes são descartados por indústrias da região.

“A ‘Cafofo’ já recebe muitas doações de tecidos e está repassando uma parte para a confecção das máscaras, além de contribuir também nas etapas de confecção”, conta Ariela.

Peça máscaras para a sua entidade

O grupo de trabalho envolvido no projeto ainda possui disponibilidade para receber pedidos de entidades e instituições que precisem de máscaras caseiras. Para entrar em contato com a equipe e conversar sobre a possibilidade de agendar uma entrega, envie um e-mail para ariela.porto@ifsc.edu.br.

A iniciativa coordenada pela professora Ariela tem duração prevista até dezembro deste ano e é fomentada no IFSC por meio de recursos destinados especificamente a projetos de extensão voltados ao combate da Covid-19.

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança