Foto Divulgação
Foto Divulgação

A quarta edição da "Hora do Mamaço" está programada para acontecer neste sábado (10), a partir das 9h30, em alusão à Semana Mundial do Aleitamento Materno, na Praça Ângelo Piazera. O evento vai reunir mães, pais e seus bebês para reforçar que a amamentação é uma prática que deve ser vista com naturalidade por todos.

De acordo com a Gerente de Programas de Saúde, Joyce Bueno, durante o evento, serão realizadas rodas de conversas com especialistas, oficinas de sling, para que as mães aprendam a carregar os bebês de forma segura, e uma oficina de dança circular para a mãe e filhos.

Podem participar das oficinas casais, profissionais que trabalham direta e indiretamente com essa atividade e interessados em aprender ou compartilhar experiências nessa área.

"Será um momento de troca de experiências para todos que estiverem presentes. A amamentação é algo sério para a saúde da criança, é o início da programação metabólica que vai fazer diferença na vida adulta", explica.

Foto Eduardo Montecino/OCP News

Segundo Joyce, a amamentação também previne o sobrepeso e a obesidade. Além da proteção à vida, a profissional salienta que o aleitamento materno estimula o desenvolvimento intelectual do bebê.

De acordo com dados do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas quatro em cada dez bebês no mundo são alimentados exclusivamente com o leite materno nos primeiros seis meses de vida.

Nos países de renda média e alta, 23,9% das crianças são alimentadas somente com o leite da mãe após o nascimento. No Brasil, o índice foi estimado em 38,6%.

Na avaliação de Joyce, o apoio da família é essencial para as mulheres. Conforme explica, o sucesso da amamentação não é responsabilidade exclusiva das mães e sim de todos.

"A amamentação é um comportamento natural que deve acontecer em todos os lugares públicos e privados", salienta. "As crianças, não têm hora para se alimentar, as mulheres e a sociedade têm que estar preparadas quando isso", reforça.

A Organização Mundial da Saúde recomenda que o aleitamento materno seja iniciado nos primeiros seis meses de vida e que tenha continuidade até os dois anos de idade com a introdução de alimentos complementares (sólidos) nutricionalmente adequados.

Confira a programação

  • Roda conversa: Desafios da Amamentação na contemporaneidade - com profissionais especialistas em Aleitamento Materno;
  • Oficina de sling: Aprendendo a carregar o bebê com conforto e segurança, com Elaine Odwazny;
  • Oficina de Dança Circular para mamãe e bebê com sling, com Sheila Bogo.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger