Marcelo Cardoso, 42 anos, casado há 12 anos com Alessandra Silva, pai de duas filhas menores, morador de Blumenau, passou por uma situação inusitada, em que alguns instantes podem definir a vida ou a morte. Ele era o condutor de um veículo que vinha atrás do Fiat Palio, com placa de Schroeder, que caiu no rio Itajaí Açú, no km 105 da BR-470, em Apiúna, no início da tarde de terça-feira (26), com quatro ocupantes. Sem hesitação, ele pulou no rio. O ato heroico de Marcelo salvou três pessoas. “Não acho que foi um ato de heroísmo, pois não consegui salvar todos”, comentou Cardoso na manhã de quarta-feira (27) quando entrevistado pela rádio Nova FM sobre a ação que ajudou a salvar a vida de Sônia dos Santos, 59 anos, Márcia dos Santos, 39 anos, e Cristian dos Santos, de apenas 6 anos. Ele contou como viu que a família precisava de ajuda. “Esse carro vinha na minha frente desde Ibirama. Quando observei, o carro saiu da pista e caiu no rio. Se tivesse mais uma pessoa descido comigo, acredito que teríamos conseguido salvar o idoso”, lamenta Marcelo. Alessandra Silva conta que viu o desespero da família e do marido tentando ajudar a salvar as vítimas. “Paramos, meu marido desceu e foi socorrer, tirou o menino que estava preso no cinto, ajudou as duas mulheres, já os curiosos só olhando, nada pra ajudar. Se tivesse mais alguém, esse senhor poderia ter sido salvo pois meu marido foi sozinho no rio”, descreveu Alessandra nas redes sociais. “Não tive contato com a família. Quando não tinha mais o que fazer em relação ao idoso, peguei o menino que estava com a avó na margem do rio e levei para cima na BR”, disse Marcelo à emissora de rádio. LEIA MAIS: - Aposentado voltava com a família para Schroeder quando carro caiu em rio