A Guarda de Trânsito de Blumenau decidiu não realizar o controle do fluxo de veículos que promete ser intenso na noite desta quarta-feira (9) na cidade, quando ocorrerá o primeiro desfile e a abertura da 36ª Oktoberfest. A categoria alega que a Prefeitura não cumpriu com um acordo firmado entre as partes, sobretudo em relação ao pagamento do adicional de insalubridade.

Na semana passada, os agentes de trânsito chegaram a anunciar a suspensão das atividades externas, como o atendimento de acidentes e fiscalização da Lei Seca. Contudo, após iniciarem um processo de negociação com a Administração Municipal, optaram por retomar os trabalhos.

 

 

De acordo com a Associação dos Guardas Municipais (Asguard), enquanto os pagamentos não forem efetuados, a categoria não realizará horas extras, o que pode gerar grandes transtornos ao trânsito durante os 19 dias de Oktoberfest.

Prefeitura garante que não haverá prejuízos à população

Em comunicado divulgado à imprensa, a Prefeitura de Blumenau afirmou que foi surpreendida com a decisão. Apesar disso, garante que a medida não trará prejuízos à população. A Polícia Militar acolheu pedido do prefeito Mário Hildebrandt (sem partido) e assumirá todas as funções relativas ao trânsito na noite desta quarta-feira.

Por sua vez, a Secretaria Municipal de Manutenção e Conservação Urbana ficará responsável pela retirada dos cavaletes após o encerramento do desfile na rua 15 de Novembro. A Prefeitura reforça ainda que "manterá e cumprirá os prazos previamente acordados com a comissão de negociação".

Quer receber as notícias no WhatsApp?