Quem vive de dieta ou busca alternativas mais saudáveis e nutritivas sabe que a primeira barreira – e a mais desestimulante – é o ‘não’. Não pode comer isso, não deve beber aquilo, não vai ter vida social e uma série de outros empecilhos que enchem o processo de negatividade, levando à desistência. No entanto, a (boa) informação é a chave para o sucesso no momento de escolher um caminho. Foi o que aconteceu com um jovem guaramirense, que na verdade nasceu em Lima, no Peru, mas veio para cá ainda bebê, e hoje influencia um grande número de pessoas sendo referência no assunto. O desejo de compartilhar a empolgação com uma experiência bem sucedida levou Gabriel Aronés Guenther, 29 anos, a criar um canal no YouTube há dois anos. O “Fitness e Flexível” tem mais de 130 mil inscritos, um público formado por muitos jovens, cerca de 40% na faixa dos 18 a 25 anos. Ao receber a equipe do OCP, o youtuber havia acabado de postar um novo vídeo (Treino e Dieta), que em uma hora teve 1.650 visualizações. Formado em design gráfico, área em que atuou por quase uma década e ainda hoje faz alguns trabalhos, Gabriel tem no canal sua principal fonte de renda (possui contrato com empresas de moda fitness, suplementos e outros). No YouTube, ele mostra o seu dia a dia, receitas práticas, treinos e outras dicas, enfatizando a série de obstáculos que ultrapassou para chegar onde chegou. “Sempre fiz exercícios e tentei me cuidar, mas passei por uma época em que fiquei mais gordinho e queria emagrecer. Daí fui procurar na internet e encontrei um monte de dietas bem restritivas, bem complicadas. Foi quando desenvolvi uma compulsão alimentar, com aquele efeito sanfona, e acabei me frustrando bastante. Mas, não desisti”, explica. Ainda buscando uma maneira melhor de conquistar seu objetivo, encontrou a dieta flexível, uma abordagem mais moderada. A proposta é conseguir mantê-la a longo prazo, sem se restringir demais, podendo comer de tudo com moderação, incluindo os tão temidos carboidratos. “Do pão branco ao sorvete, tudo pode ser consumido contando os macronutrientes e as calorias. E, por causa dessa abordagem menos focada na negatividade, eu consegui resultado. Fiquei tão chocado que quis muito compartilhar isso”, revela. Gabriel destaca que para conseguir informações mais fiéis sobre o tema foi imprescindível saber inglês, já que o material aprofundado a respeito da dieta flexível veio dos Estados Unidos. Ele faz questão de enfatizar a importância das pesquisas e do conteúdo com embasamento, pois a internet propaga muitas informações e nem todas são verdadeiras ou comprovadas. “Quando fui ver como a galera estava cuidando da saúde e da alimentação aqui no Brasil, eram aquelas dietas de batata doce e frango, low carb, sem pão e outras coisas, tudo bem restritivo. E como eu estava muito empolgado com o resultado que obtive sem tanto sofrimento, criei o canal para mostrar isso”, diz. O objetivo do youtuber é passar essa informação de maneira que ajude outras pessoas interessadas a mudar o estilo de vida. E, na medida em que chegam as mensagens de seus seguidores relatando o sucesso obtido a partir de suas dicas, ele sente que a meta vem sendo cumprida. “Todos os dias recebo depoimentos de pessoas comentando suas conquistas. Lembro bem de uma delas, em que um militar precisava passar por uma prova para mudar a patente e estava desmotivado, pois não conseguia fazer o percurso. Por meio dos meus vídeos, ele se motivou, seguiu algumas dicas e acabou conseguindo. Na mensagem, ele disse que os hábitos de toda a família mudaram e me agradeceu por isso. A gente nem imagina o quanto influencia a vida das pessoas”, avalia. E é exatamente por isso que Gabriel toma muito cuidado com o conteúdo do canal, que tornou-se o segundo maior veículo de dieta flexível no Brasil. Seu vídeo mais visualizado, intitulado “Pare de tentar definir”, com 1.144.924 views, é voltado para adolescentes. “Vi muitos casos de anorexia entre adolescentes e, no vídeo, eu chamo atenção para o fato deles estarem em fase de crescimento. Eu falo, pô gente, calma! Eu tenho 29 anos, vocês não podem se comparar a um cara de quase 30 para fazer as mesmas coisas, não podem ficar passando fome, precisam focar nos estudos...”, aconselha.   Os ingredientes para um canal de sucesso As dicas de Gabriel para quem sonha criar um canal no YouTube incluem ser verdadeiro e agregar valor. Ele se considera tímido com a câmera, especialmente para gravar em ambiente externo, e tem alguns tópicos básicos que norteiam o trabalho. Os assuntos vão surgindo, também, da interação com os seguidores. “Não sou bitolado, mostro a realidade e as pessoas se identificam com isso. Passo uma energia positiva e, apesar de me preocupar com o corpo, meu foco é a qualidade de vida. Quero ajudar outras pessoas”. Inserir um pouco de humor também é fundamental, segundo ele.   Treino e rotina Na dieta flexível, todos os alimentos ingeridos são pesados. As calorias e macronutrientes da comida e bebida são contadas por meio de um aplicativo (uma espécie de diário). Gabriel faz musculação seis vezes por semana, exercício aeróbico três vezes por semana e kickboxing duas vezes por semana. Adora cozinhar e adequar receitas à sua proposta, assim, ingere pratos como hambúrguer e outras delícias, restringidas na maioria das dietas. E garante: tem uma vida social normal. Sua mulher, Amanda, também está dando os primeiros passos na dieta. Link do canal: https://www.youtube.com/fitnessflexivel