Jaraguá do Sul e região aguardam pelo menos três obras prometidas pelo Governo do Estado para a área de segurança. Algumas já estão em fase de conclusão, outras ainda nem saíram do papel. Um dos projetos esperados a mais tempo é a construção da nova Delegacia Regional. Segundo o secretário de Segurança Pública de Santa Catarina, César Grubba, faltaria apenas um documento do município para a obra ter início. “A Prefeitura ainda precisa finalizar um papel onde passa o terreno para o Estado, e começamos a licitar a obra. O prédio terá quatro andares e abrigará o Detran, IGP e a Delegacia Regional”, afirmou Grubba. A construção será em um terreno que fica nas proximidades da atual sede da delegacia. O Estado afirma que assim que doação for efetuada, será aberta a licitação. O dinheiro para a construção estaria disponível, um investimentos de aproximadamente R$ 4,5 milhões. Segundo o prefeito Dieter Jansen, o terreno está em nome da Prefeitura e será doado ao Estado. “Nosso jurídico já está com toda a papelada e assim que possível a doação será efetivada” afirmou. Segundo o Delegado Regional, Adriano Spolaor, a construção trará economia aos cofres do Estado. “Hoje pagamos aluguel para a sede da delegacia da Mulher e para a DIC. Com essa mudança, a delegacia regional abrigara a atual sede da comarca, a área da mulher e a DIC” destacou Spolaor. Com relação à delegacia de Guaramirim, o Delegado Geral da Polícia Civil de Santa Catarina, Artur Nitz, afirma que a inauguração deve ocorrer na próxima semana. “Já mandamos colocar a fachada do prédio. Semana que vem, assim que tivermos agenda com o secretário Grubba, devemos inaugurar a obra” afirmou. A obra deveria ter sido finalizada em fevereiro de 2014. Mau tempo, infiltrações, demora na entrega de alguns serviços licitados, e um aditivo cobrado pela empresa responsável, Prevenir Engenharia, de Itajaí, estão entre os motivos para o descumprimento do prazo. A delegacia antiga foi destruída em 2012, quando as obras para o novo prédio começaram. O investimento é de R$ 800 mil, em uma edificação de 700 m² e três pisos. Atualmente, a Polícia Civil da cidade fica em um prédio alugado, na Rua 28 de Agosto. Quartel e delegacia de Massaranduba Segundo Grubba, o projeto para construção do quartel da Polícia Militar e de uma delegacia em Massaranduba continua parado devido ao fato da empresa vencedora da licitação ter abandonado a obra. A empresa já foi notificada e ainda nesse segundo semestre deverá haver uma nova licitação para essas obras. A empresa foi penalizada. A construção da delegacia deve custar R$ 288 mil.