A previsão de chuvas persistentes em todo o Estado até pelo menos quinta-feira (8) é no momento a maior preocupação do governo do Estado. O governador Raimundo Colombo participou, nesta segunda, da reunião do grupo de ações coordenadas de defesa civil, na sede da Secretaria de Estado da Defesa Civil, em Florianópolis, para uma avaliação dos problemas causados pela chuva em todas as regiões de Santa Catarina. Segundo Colombo, com praticamente 20 dias de chuvas, o solo está encharcado, os rios cheios e as barragens vertendo, e a previsão de que quinta-feira (8) tenha um volume ainda maior de chuva é preocupante. Aliada a esta situação, também está prevista a chegada de uma frente fria na sexta (9), com possibilidade até mesmo de neve na Serra. O fechamento da barragem de José Boiteux é vista como uma medida importante, cita Colombo, porque diminui o impacto da cheia em Blumenau. "Não há razão para pânico, mas há necessidade de que todos redobremos atenção, cuidados com possíveis deslizamentos, com buracos nas estradas, com as pontes", adverte Colombo. Em Lages (foto), a chuva recomeçou, trazendo ainda mais apreensão às centenas de desabrigados.
Situação na tarde desta segunda no bairro Habitação, na altura do Clube de Caça e Tiro de Lages | Foto Sell Vídeo Produções
Situação na tarde desta segunda no bairro Habitação, na altura do Clube de Caça e Tiro, em Lages | Foto Sell Vídeo Produções
Confira a situação em Santa Catarina até às 17h desta segunda-feira (5) Registros: Municípios que relataram ocorrências: 88 Desalojados 1.160 (em casa de parentes e amigos) Desabrigados: 1.178 ( em abrigos públicos) Afetados: 10.127 (todos atingidos de alguma forma pelo evento) Residências afetadas: 2.604 Ocorrências: 1 registro de vendaval 10 registros de alagamento 11 registros de enxurrada 15 registros de chuva intensa 23 registros de inundação 40 registros de deslizamentos Abrigos: Lages: 6 abrigos com 171 pessoas Rio do Sul: 12 abrigos com 564 pessoas Rio do Oeste: 3 abrigo com 186 pessoas Ponte Serrada: 1 abrigo com 4 pessoas Laurentino: 1 abrigo com 70 pessoas Capinzal: 1 abrigo com 6 pessoas Agronômica: 1 abrigo 97 pessoas Taió 1 abrigo 7 pessoas Correia Pinto 1 abrigo - 56 pessoas Ituporanga 3 abrigos - 69 pessoas Possíveis decretações de Situação de Emergência (29) nível municipal São Carlos Água de Chapecó Lages Rio do Sul Brusque Ouro Joaçaba Ibicaré Concórdia Seara Ipira Piratuba Penha Barra Velha (devido ressaca) Correio Pinto Palmito Pedras Grandes Lindóia do Sul São Bonifácio São José do Cerrito Atalanta Trombudo Centra Taió Ituporanga Agronômica Xanxerê Abdon Batista Vargem Belmonte Itens de Assistência Humanitária destinados para famílias em abrigos Lages 288 cestas básicas; 288 kits de limpeza; 748 kits de higiene pessoal; 83 colchões de solteiro e 83 acomodações de solteiro.
Em Rio do Sul, vários bairros amanheceram embaixo da água nesta segunda | Foto Sérgio Alexandre Medeiros
Em Rio do Sul, vários bairros amanheceram embaixo da água nesta segunda | Foto Sérgio Alexandre Medeiros
Rio do Sul 147 cestas básicas; 526 kits higiene pessoal; 144 galões de água de 5 litros; 147 kits de limpeza;50 colchões de solteiro e 50 kits acomodações para colchões.             ATENÇÃO: ⚠ É muito importante continuar acompanhado os alertas da Defesa Civil pelo site www.defesacivil.sc.gov.br e a previsão da Epagri para sua cidade pelo site www.ciram.epagri.sc.gov.br . ? Em caso de emergência entre em contato com: Defesa Civil: 199 Corpo de Bombeiros: 193 Polícia Rodoviária Federal: 191 Polícia Rodoviária Estadual: 198 Leia mais: Vários municípios de Santa Catarina já sofrem com as cheiasNovos deslizamentos registrados em Corupá colocam Defesa Civil em alerta