Por Heloísa Jahn | Foto Eduardo Montecino/Arquivo OCP Após quase três anos sem ser realizado, o Festival de Formas Animadas deve voltar à ativa em Jaraguá do Sul neste ano. A informação dada pelo presidente da Sociedade Cultura Artística (Scar), Gilmar Moretti, é de que o governo do Estado já sinalizou repasse para a realização do festival, mas ainda sem informar o valor a ser destinado. "Já temos uma data, que é na segunda quinzena de outubro, mas agora estamos acertando os detalhes técnicos. O governo sinalizou a verba para este ano, que é uma verba módica comparada com outros tempos, mas é coerente com os tempos atuais. Tendo esse aporte, a coisa vai", afirma. Se tudo ocorrer dentro do esperado, o Formas Animadas será realizado entre os dias 24 a 28 de outubro. Na foto em destaque, com data de 5 de outubro de 2012, apresentação da Companhia Quase Cinema Teatro de Sombras, de Taubaté (SP). Segundo a gerente executiva da Scar, Edilma Lemanhê, o valor solicitado ao Estado no início do ano era de R$ 200 mil, porém eles acreditam que será destinado um valor menor. "Esse seria o valor estimado para fazer um festival no estilo que a gente acha ideal, mas vamos adequar o formato ao orçamento que tivermos", diz. Trazer uma atração internacional, grupos da região e diminuir os dias de evento são algumas das formas de fazer o festival dentro de um orçamento menor. Chegando em sua 15ª edição, o festival é reconhecido em todo o país por reunir bonequeiros do Brasil e exterior para apresentações gratuitas ao público e troca de experiências, além de dias de aprendizado por meio do seminário de Estudos Sobre Teatro de Formas Animadas. O projeto também compreende a revista Móin-Móin, publicação que divulga trabalhos de pesquisadores, técnicos e artistas do gênero artístico. Com duas edições anuais, ela é financiada pela Funarte (Fundação Nacional de Artes).