Para celebrar 30 anos de atividades no resgate, preservação e propagação da cultura alemã em Jaraguá do Sul, o Centro Cultural Neue Heimat preparou uma programação especial.

Neste sábado (9) e domingo (10), receberá 16 grupos folclóricos de diversas cidades e do próprio município para o ‘Festival 30 Anos do Centro Cultural Neue Heimat’.

“É com muita alegria que desenvolveremos uma programação voltada à comemoração do nosso aniversário de 30 anos de existência, fortalecendo a cultura alemã através da música e da dança”, destaca o presidente do Centro Cultural, Rogério Pellis.

Presidente Rogério Pellis destaca a proximidade das gerações por meio do cultivo às tradições, à cultura e às artes | Foto: Eduardo Montecino

De acordo com ele, o Neue Heimat representa um amplo conjunto de valores benéficos para a formação de crianças e jovens, bem como para a vida dos adultos que convivem dentro desta entidade.

“Vivemos o nosso ano 30. É com muita satisfação que usamos o termo ‘vivemos’, pois o Centro Cultural Neue Heimat é vida, é energia positiva, é união entre famílias e amigos”, ressalta Pellis.

O espaço possui vários grupos que se reúnem regularmente com o objetivo de manter viva a cultura germânica.

Tradição

Centro Cultural possui a única escola de cítara do Brasil | Foto: Arquivo OCPNews

O resgate da história dos ancestrais alemães por meio da música, das aulas de cítara - a única escola do Brasil -, violão, acordeon, teclado e flauta; da dança nas categorias mirim, infantil, infanto-juvenil, adulto e máster; além de artesanato, clube de mães e costura solidária, fez do grupo folclórico Neue Heimat Tranchentengruppe um dos mais tradicionais de Jaraguá do Sul.

Para celebrar essa trajetória, o festival terá início neste sábado, às 15h, com o desfile da família Neue Heimat e dos grupos convidados. Estarão presentes no evento:

  • Grupo Folclórico Germânico Oberland, de Rio Negrinho;
  • Grupo Folclórico Windmühle e Oldenburg, de Joinville;
  • Lie Rosen Freund, de Rio do Sul;
  • Blumenauer Volkstanzgruppe e Eintrachtvolkstanzgruppe, ambos de Blumenau;
  • Volkstanzgruppe Blauer Berg, de Timbó;
  • Jäger Volkstanzgruppe e Lauenburg, de São Bento do Sul;
  • Alpen Bach, de Pomerode;
  • Concordias Germanische Volkstanzgruppe, de Curitiba/PR;
  • Grupo Folclórico Tanzfreunde, de Florianópolis;
  • Norden Tal Volkstanzgruppe, Sünnros Volkstanzgruppe, Grünes Tal e Regenwalde Tanzfruppe, de Jaraguá do Sul.

Projeto Costura Solidária foi fundado em 2016 com o intuito de ajudar pessoas carentes | Foto: Arquivo OCPNews

Também contará com a banda Knecus, que vai animar o baile de aniversário. A saída do desfile será da Praça Ângelo Piazera, em frente ao Museu Emílio da Silva, passando pelo calçadão, avenida Getúlio Vargas, rua Emilio Carlos Jourdan, terminando em frente ao Jaraguá do Sul Park Shopping.

Logo após o desfile, haverá apresentação dos grupos visitantes, no piso L3 do shopping. A comunidade poderá prestigiar gratuitamente o desfile e as apresentações.

No domingo, as comemorações prosseguem com o encontro dos grupos, gincana folclórica e almoço.

Trajetória

Há 30 anos (completados no último dia 29 de janeiro), alguns jovens se reuniram pela primeira vez para realizar um antigo sonho: formar um grupo adulto de danças folclóricas alemãs.

Assim, já no início de fevereiro de 1988, surgiu o Grupo Nascente de Tradições Germânicas - mais tarde chamado Neue Heimat Trachtengruppe - incialmente contando com 16 participantes, sob a coordenação da professora Albertina Junkes Klitzke e do professor Carlos César Hoffmann.

A estreia oficial aconteceu em 25 de julho de 1988, na Festa do Colono, na comunidade de Rio Cerro II, em Jaraguá do Sul. Em 2003, teve início a construção da sede do Centro Cultural Neue Heimat, que abriga atividades relacionadas à cultura alemã.

Anualmente, o Centro Cultural prepara o evento Auto de Natal, quando a decoração toma conta de sua sede e de parte da rua | Foto: Arquivo OCPNews

De acordo com o presidente Rogério Pellis, o objetivo principal do Centro é promover a integração de pessoas de diversas faixas etárias, aproximando as gerações por meio do cultivo às tradições, à cultura e às artes.

As atividades, hoje, se estendem além da dança e música E aproximadamente 120 pessoas estão ligadas direta e indiretamente às atividades oferecidas.

Entre os eventos anuais que desenvolve está o Auto de Natal, que atrai muitas famílias à sua sede, na Rua Alberto Santos Dumont, 800, Vila Lalau, para apreciar a decoração natalina que toma parte da via.

“Em nome da família Neue Heimat, agradeço a Deus por todos os momentos de nosso grupo, das amizades cultivadas, as alegrias e conhecimento partilhados, aprendizados, nossa família, professores, coordenadores, benfeitores e todas as pessoas que mantêm viva a tradição alemã”, declara o Rogério Pellis.

-

Quer receber as notícias no WhatsApp?

Região de Jaraguá do Sul - Clique aqui

Região de Joinville - Clique aqui

Região de Florianópolis - Clique aqui