A catarinense Isabela Lassalle, de um ano e meio, e a sua mãe, a chinesa Zhang Hui, 33 anos, devem desembarcar no Brasil no próximo sábado (8) a bordo de um dos VC-2 da Força Aérea Brasileira (FAB). As duas estão em Wuhan, na China, cidade que se transformou no epicentro do coronavírus, a doença que assusta o mundo. O reencontro familiar ainda demorará alguns dias por conta da quarentena que elas terão que passar.

Zhang e Isabela moram em Palhoça com o pai, o design gráfico argentino Luis Pablo, 44 anos. As duas viajaram em outubro de 2019 para conhecerem os parentes chineses e tinham retorno marcado para o dia 26 de janeiro. Porém, com o avanço da doença ficaram presas em um apartamento na cidade chinesa, sem autorização para retornarem ao Brasil.

Florianópolis descartada

Além da família da Grande Florianópolis, mais 27 pessoas serão resgatadas e irão para a Base Aérea de Anápolis (GO). A opção de trazê-los para a Base Aérea de Florianópolis foi descartada pelo governo brasileiro.

Os aviões da FAB seguem nesta quarta-feira (5) para a China e chegam no sábado.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul

Facebook Messenger

Inscreva-se