A escola de educação básica Professor Heleodoro Borges está entre as 14 unidades estaduais de Santa Catarina que passam a oferecer ensino médio em tempo integral a partir do ano que vem. Em Jaraguá do Sul, serão ofertadas, inicialmente, 120 vagas neste modelo de ensino, que poderão ser preenchidas por alunos de toda a microrregião. Apesar de a escola integral estar sendo discutida pela medida provisória 746, que trata da reforma da grade curricular do ensino médio em nível nacional, a gerente de educação da ADR (Agência de Desenvolvimento Regional) de Jaraguá do Sul, Cristiana Ziehlsdorff, destaca que esta ampliação é um projeto piloto do próprio Governo do Estado. “Esse modelo não tem relação com tirar disciplinas, continua o mesmo conteúdo mínimo. O que amplia são matérias de português que passam de quatro para seis aulas. O contra turno trata de projeto de vida, educação física ou artes”, explica. Gerência de educação e direção da escola estarão em Florianópolis de hoje até sexta-feira (18) para definir as matérias complementares que serão oferecidas. Neste primeiro ano, serão três dias de aula em período integral, e dois em turno regular. A ideia é que as escolas possam definir as matérias oferecidas de acordo com o perfil de cada comunidade. As vagas serão destinadas para os estudantes que ingressarem no primeiro ano. Cristiana destaca que a escola foi escolhida para o projeto pela estrutura e por estar em local acessível, no bairro Vila Lalau. “Abre vaga para a região toda, o integral não tem zoneamento, quem quiser poderá se matricular”, ressalta. Além disso, a equipe da unidade mostrou interesse em tocar a iniciativa, que segundo a gerente, precisa de comprometimento dos profissionais para funcionar. As matrículas, de acordo com o Governo do Estado, serão no mesmo período das demais escolas, entre os dias 24 de novembro e 2 de dezembro.