A Prefeitura de Jaraguá do Sul emitiu na manhã desta sexta-feira (11) uma nota de esclarecimento sobre a dinâmica adotada no novo serviço de divulgação de vagas de emprego disponíveis pela agência local do Sine, denominado Balcão de Emprego. Determinadas exigências feitas pelos empregadores, e que são ilegais perante a lei, foram divulgadas, provocando indignação entre os internautas. A mais polêmica diz respeito a vagas para uma empresa que só aceita mulheres solteiras e sem filhos e de no máximo 30 anos.
Confira o que diz a nota:
A Prefeitura de Jaraguá do Sul, por meio da Diretoria de Comunicação e Jornalismo, iniciou nesta semana a divulgação das vagas de empregos disponibilizadas pela agência local do Sine. Esta divulgação vem ocorrendo pelas redes sociais Facebook e WhatsApp.
As vagas também são enviadas semanalmente para a imprensa, que contribui nessa divulgação. O objetivo é dar mais visibilidade, abranger o maior número de pessoas com as oportunidades e facilitar o preenchimento das vagas, conforme a necessidade dos empregadores. As vagas e a seleção dos candidatos são de responsabilidade do empregador. A divulgação é feita conforme a solicitação do empregador, como forma de agilizar o processo, chegando o mais próximo possível do perfil procurado por ele para o preenchimento das vagas. No caso da publicação de quinta-feira (10), a exclusão da mensagem ocorreu, além da discussão que havia sido criada em torno do assunto, também pelo fato de ter expirado o prazo para as entrevistas dos candidatos. A mensagem deixava claro que as interessadas deveriam comparecer na agência às 13h30 para entrevista e encaminhamento e a exclusão ocorreu às 14h35, ou seja, pouco mais de uma hora após o fim da sua validade.
LEIA MAIS:
- Internautas criticam anúncio de emprego exigindo mulher solteira e sem filhos
- Anúncio de vagas de emprego do Sine de Jaraguá do Sul provoca polêmica