A 46ª edição da Assembleia Nacional da Assemae (Associação Nacional dos Serviços Municipais de Saneamento) ocorrerá de 16 a 19 de maio em Jaraguá do Sul, nas dependências da Scar (Sociedade Cultura Artística) e, para divulgar a importância do encontro, que reunirá em torno de 2,5 mil participantes, entre gestores, profissionais técnicos e autoridades, uma comitiva da instituição visitou o município na manhã de ontem. O evento, que terá palestras e apresentação de 100 cases de sucesso, também abrigará a Feira de Empresas para Produtos de Saneamento, com 50 estandes de empresas do setor de todo o país, com infraestrutura montada no estacionamento da Scar. Dentre os painelistas está o presidente do Grupo WEG, Harry Schmelzer Junior, que ministrará palestra magna. São aguardados também representantes dos governos federal e estadual, como o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, Carlos Chiodini, e o deputado estadual Vicente Augusto Caropreso, assim como convidados internacionais. Os organizadores estimam um impacto de cerca de R$ 10 milhões na economia local durante os três dias do congresso, que terá 65 conselheiros, representantes de 2,2 mil associados. Estão previstas visitas técnicas na ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) do bairro São Luís, que será inaugurada em 22 de março, na WEG e no Museu WEG de Ciência e Tecnologia O vice-presidente da Assemae e coordenador geral do congresso, Rodopiano Marques Evangelista, lembra que a instituição surgiu em Minas Gerais em 1984, impulsionada pelo impacto das tarifas de energia elétrica. Ele exemplifica com a mobilização que contribuiu para a criação da Lei de Recursos Hídricos, de 1997, reformas ministeriais, grupos de trabalho junto à Funasa (Fundação Nacional de Saúde), à Política Nacional de Saneamento, de Resíduos Sólidos e à implantação de consórcios públicos de saneamento. O diretor-presidente do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto) de Jaraguá do Sul, Ademir Izidoro, salienta que a escolha do município ocorreu após o compromisso da Prefeitura com o saneamento básico, de chegar a 80% de cobertura no tratamento de esgoto sanitário. Presidente da regional catarinense da Assemae e integrante do Conselho Diretor Nacional, Izidoro enfatiza que as assembleias ocorrem nos municípios com experiências de êxito no setor. Em 2015, o evento foi realizado em Poços de Caldas (MG).