Com a atualização da classificação de potencial de risco para o coronavírus em Jaraguá do Sul, que sai de situação "grave" para "alto", um nível abaixo, as aulas presenciais de apoio pedagógico da rede municipal de ensino serão intensificadas.

Segundo explica a secretária de Educação do município, Ivana Atanásio Dias, a partir do dia 28 de outubro as redes pública e privada de ensino poderão ter mais alunos em sala de aula, porém, respeitando a capacidade máxima prevista no Plano de Contingência de cada rede.

 

 

Na rede municipal, cada escola vai entrar em contato com as famílias de alunos que têm mais necessidade de ser acompanhado presencialmente em sala de aula, principalmente por alguma dificuldade com o aprendizado de forma remota.

Esse apoio presencial já é feito, observa a secretária, mas de forma individual. Com a alteração na classificação, mais alunos poderão ser atendidos ao mesmo tempo, por professor.

Ivana diz que os professores não terão carga horária aumentada. "O professor já tem um dia em que ele não posta conteúdo, só faz revisão. Esse mesmo dia continua, que é o dia em que ele atende presencialmente na unidade escolar", explica a secretária.

Os alunos que poderão ter o apoio presencial são os identificados pela equipe pedagógica que mais têm necessidade, independente da turma em que está matriculado. Cada família tem o direito de autorizar ou não o apoio presencial em sala de aula.

Já na rede privada, informa Ivana, o setor vai poder escolher seguir o modelo de apoio pedagógico do município, ou poderá fazer o retorno gradual dos alunos às salas de aula por turma, começando pelos terceiros anos do Ensino Médio.

Nesse formato, as escolas também terão que respeitar um limite máximo de alunos, conforme o plano de contingência.

A partir de 28 de outubro, uma porcentagem máxima dos alunos dos terceiros anos poderá voltar às salas. Na outra semana, sete dias depois, mais uma porcentagem máxima dos alunos dos segundos anos do ensino médio poderão retornar, e assim por diante.

A secretária ainda observa que todo o processo de volta às salas segue uma série de medidas de segurança e higiene para todos os envolvidos, sejam alunos, professores, auxiliares.

"As salas do município não vão ficar cheias. Como são pequenas, no máximo podem receber dez alunos, para que seja respeitado o distanciamento de 1,5 m", acrescenta Ivana.

A mudança na classificação de risco também permitiu a flexibilização de outras atividades no município, como cinema, teatro, feiras e exposições. Veja o quadro:

 

Fonte: PMJS

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul