A dona de casa Siriporn Niamrin, uma tailandesa de 49 anos, tirou a sorte grande ao encontrar um bloco de vômito de baleia, na província de Nakhon Si Thammarat, na Tailândia. Não é a primeira vez que isso acontece na região, o primeiro caso foi com um catador de lixo que mudou de vida ao encontrar o material, o segundo ocorreu com um grupo de pescadores de tainha.

Em entrevista ao Jornal The Sun, Siriporn disse que que está guardando muito bem o material em casa e espera ganhar dinheiro com ele.

“Foi sorte encontrar uma peça tão grande. Espero que me traga dinheiro. Estou mantendo-o seguro em minha casa e pedi ao conselho local uma visita para verificá-lo”, disse Siriporn ao The Sun.

Estima-se que o material tem valor estimado em R$ 1,5 milhão. Mas por que um vômito de um animal vale todo esse dinheiro?

Essa secreção é produzida nas vias biliares do trato gastrointestinal das baleias cachalotes e facilita a passagem de objetos grandes pelo intestino. Após o processo interno, a baleia vomita a secreção, que ganha um formato sólido, no início tem um cheiro ruim, mas quando está seca se torna uma fragrância doce.

A substância é chamada de âmbar-cinzento e é considerada uma matéria-prima rara e muito valiosa no mundo da perfumaria. O item de luxo já foi usado como medicamento e afrodisíaco.

Pedra no rim do Boi

Outro material muito valioso é a pedra no rim do boi. Essas pedras são cálculos biliares encontrados em bois durante o abate e comercializados a um alto preço no mercado internacional. O produto é usado, por exemplo, na fabricação de medicamentos e para induzir a formação de pérolas em ostras.