Nesta sexta-feira, 2 de novembro, é comemorado o Dia de Finados. Como uma forma de expressar gratidão, as pessoas costumam levar flores ao cemitério para homenagear os mortos, mas nesse momento de comoção é preciso ter cuidado para evitar a proliferação do mosquito da dengue.

A enfermeira da equipe de Vigilância Epidemiológica da Secretária da Saúde, Kátia de Aguiar, diz que é importante a população escolher bem os recipientes que levarão para homenagear seus parentes e amigos, pois é muito fácil a água acumular e permitir a propagação do mosquito Aedes aegypti.

"É aconselhado fazer um furo no vaso de flor e remover qualquer tipo de embalagem", indica.

De acordo com a enfermeira, os cemitérios são pontos estratégicos para ações de combate a dengue, por isso, esses locais recebem visitas periódicas dos agentes de controle de vetores. Kátia também alerta o perigo de levar as flores artificiais, porque quando chove esses materiais acumulam água.

A chegada do verão é um período que preocupa, pois a incidência de chuvas aumenta a chance das doenças crescerem. Katia garante que ainda é complicado analisar uma estimativa se as doenças serão mais intensas.

"Estamos trabalhando forte na procura de focos. E no Dia de Finados é importante cada pessoa fazer sua parte", avisa.

O último relatório da Secretária da Saúde aponta que não foi confirmado nenhum caso de dengue em Jaraguá do Sul neste ano. Os números confirmam que até o dia 25 de outubro de 2018, foram encontrados 43 focos positivos para Aedes Aegypti.

-

Quer receber as notícias no WhatsApp?