Em 2018, a composição da vacina foi atualizada, acompanhando as mutações do vírus | Foto Divulgação/Internet
Em 2018, a composição da vacina foi atualizada, acompanhando as mutações do vírus | Foto Divulgação/Internet

No próximo sábado (12) será realizado o Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra o vírus da gripe. A campanha iniciou no dia 23 de abril e continua até o dia 1º de junho.

A expectativa do Ministério da Saúde é de que todos os postos de saúde que contam com uma sala de vacinação estejam abertos ao longo do dia para atender a população.

Dentre as pessoas que podem receber a vacina gratuitamente estão crianças de 6 meses à 5 anos, pessoas com mais de 60 anos, gestantes, profissionais da saúde, população indígena, professores, portadores de doenças crônicas e doenças que causam baixa na imunidade, mães com até 45 dias após o parto, portadores de síndrome de down e funcionários do sistema prisional.

Segundo informações da Secretária de Saúde, a eficácia da vacina chega a 70% e a vacinação é muito importante para evitar complicações como a pneumonia. Os tipos de vírus incluídos na imunização da campanha de 2018 estão o H1N1, H3N2 e o Influenza do tipo B yamagata.

Para receber a vacina é preciso apresentar um documento oficial com foto, carteira de vacinação e em alguns casos é necessário levar um documento que ateste fazer parte do grupo de risco.

Efeitos colaterais:

Ao contrário do que muitos pensam, a vacina não causa gripe pois é produzida pelo vírus morto e não gera risco de contaminação. A única reação apresentada por algumas pessoas é uma leve alergia no local da aplicação.