A Secretaria e Cultura, Esporte e Lazer de Jaraguá do Sul agendou para o dia 18 de dezembro, em horário a confirmar, a solenidade de inauguração que marca a entrega da reforma do Museu Histórico Emílio da Silva.

O prédio passa por processo de reforma desde maio. A obra, que tem como responsável a empresa Cúbica, contempla reparo do telhado e pintura da parte interna e da externa, mantendo-se as características originais do prédio.

O investimento é de R$ 429.204,53, dos quais, R$ 196.076,04 referentes à mão de obra e R$ 233.128,49 dos materiais.

O edital da Tomada de Preços previa um valor máximo de R$ 430.181,16, dos quais, R$ 349.218,99 são do Fundo Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Arquitetônico, Cultural, Arqueológico, Artístico e Natural (Fumphaan) e outros R$ 80.962,17 de recursos da Prefeitura jaraguaense.

O valor do fundo tem parte de suas receitas oriundas de multas aplicadas sobre infrações que envolvem o patrimônio histórico.

De acordo com a secretária e Cultura, Esporte e Lazer, Natália Lúcia Petry, restaurar o museu é uma demonstração de responsabilidade com a preservação do patrimônio histórico material e imaterial do município.

“Além da preservação do prédio, estamos tendo cuidado com todo o acervo relacionado com a história do município. É preciso conhecer o passado para compreender o presente”, comenta.

Desde a inauguração do espaço público, em 19 de novembro de 2001, até novembro de 2018, o museu recebeu 232.440 visitantes.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger