Não é a primeira, nem a segunda, muito menos a terceira vez. O número de flagrantes de despejo de lixo ao livre que a Defesa Civil de Jaraguá do Sul fez ao longo desse ano só aumenta. Nesta quarta-feira (29), um terreno baldio às margens da mata na rua Otto Schwartz, em Três Rios do Norte, perto da escola Max Schubert, foi usado como depósito para móveis velhos, restos de material de construção, roupas, peças eletrônicas e lixo – esse último que pode ser descartado tranquilamente e adequadamente no serviço de coleta. Em todos esses casos, impera o distanciamento das pessoas com os resíduos produzidos por elas mesmas – normalmente são escolhidas áreas desabitadas para o descarte, o que pode ser um agravante se for em área de proteção ambiental. Para o diretor de Defesa Civil, Hideraldo Colle, o número de casos tem diminuído gradualmente graças as ações de conscientização feitas, mas ele considera que ainda não é o suficiente. “O importante é que as pessoas estão denunciando”, finaliza. O lixo que você produz é seu e por isso é dever de cada um se preocupar com a destinação correta. LEIA MAIS: - Defesa Civil encontra cachorro morto entre entulhos na Ilha da Figueira *Reportagem de Natália Trentini