O laboratório da Fiocruz, no Rio de Janeiro, está analisando o sequenciamento genético de 49 casos suspeitos da variante da Covid-19 Ômicron, em Florianópolis. Conforme o secretário de Saúde da Capital, Carlos Alberto Justos da Silva, a suspeita é de que a contaminação tenha ocorrido em bares da Capital.

Ainda de acordo com informações divulgadas pelo secretário, foram identificados 17 casos suspeitos em um dos bares analisados. Os nomes dos locais não foram divulgados.

 

 

Santa Catarina tem três casos da variante confirmados e 58 em investigação. O primeiro caso notificado foi em Jaraguá do Sul, em 21 de dezembro.