Foto Divulgação
Foto Divulgação

O Hospital Beatriz Ramos, de Indaial, receberá 3 mil testes rápidos para identificação do coronavírus em casos suspeitos atendidos na unidade de saúde. Destes, 2 mil foram adquiridos pela Prefeitura de Indaial, 500 pela Associação Empresarial de Indaial (Acidi) e outros 500 por meio de uma doação do Poder Judiciário.

 

"Os testes rápidos vão nos ajudar muito, podendo principalmente tomar medidas mais ágeis quanto ao isolamento e à prevenção de outras pessoas. Este é o momento de fazer tudo o que for possível para a prevenção", disse o prefeito André Moser (PSDB).

 

Cerca de 200 testes já estão sendo utilizados em pacientes internados no hospital e em servidores da saúde que atuam na linha de frente e apresentam sintomas da doença. Os demais kits chegarão ao longo do mês de abril.

Os testes rápidos serão aplicados apenas com indicação médica. Para ser considerado um caso suspeito de Covid-19, o paciente deve apresentar pelo menos dois sintomas, sendo um deles respiratório, como: febre, falta de ar, tosse, coriza, sinais de cianose, batimento de asa de nariz, tiragem intercostal, dispneia, mialgia ou diarreia.

 

 

Semelhante ao de gravidez, o teste rápido é feito a partir de uma amostra de sangue coletada do paciente. Segundo o Ministério da Saúde, ele faz o diagnóstico da infecção ao detectar uma resposta do sistema imunológico ao vírus. O resultado sai em até 30 minutos.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Telegram Jaraguá do Sul