"Um sorriso vale mais do que mil palavras", a frase é velha conhecida e se aplica perfeitamente ao espírito do Coral Cantores de Deus, que desde 1984 vem espalhando felicidade e paz para os jaraguaenses. Esse trabalho voluntário usando a voz como instrumento se intensifica ainda mais em época natalina.

Como gostava de música, o grupo de amigos Dilma Nogueira Salves, Ismar Schwartz, Carmen Schwartz e Valério Kosmirski, começaram a cantar na igreja, mas depois tiveram a ideia de levar a música para os dois hospitais de Jaraguá do Sul.

"A ideia de cantar para pessoas doentes surgiu espontaneamente. Com o tempo, as pessoas foram gostando e se agregando no grupo", relata Dilma.

Com o tempo, novos integrantes foram surgindo. Há quatro anos, Nelson Pereira recebeu o convite para participar do coral e desde 2014 leva o seu violão para o Hospital São José.

Pereira diz que o momento da doença é depressivo, mas parece que momentaneamente as dores dão uma trégua e esses momentos alimentam a alma das pessoas.

"É uma coisa que eu vou querer fazer sempre, porquê é cansativo, mas tem momentos que você percebe o poder da música", ressalta.

O Coral Cantores de Deus não ensaia antes de ir ao hospital, os participantes decidem a música que vão cantar momentos antes de entrarem na unidade, tudo isso comandado pela coordenadora Dilma.

Hoje o grupo conta com 17 voluntários que se reúnem todo primeiro domingo do mês para cantar nos corredores e quartos do Hospital São José.

Momentos marcantes

No final de 2017, mas uma vez o coral cantava nos corredores do Hospital São José quando um senhor, debilitado, escutou a cantoria e se esforçou para tentar sair da cama.

Com ajuda dos familiares ele foi caminhando até o corredor e dançou uma música com Dilma. Na outra semana, ele faleceu. "De repente ele deu o último sorriso e a gente proporcionou esse prazer", conta Pereira.

Foto Divulgação

Para ele, a música é aquela melodia que sem perceber vai invadindo o interior das pessoas. O integrante diz que é possível ver um brilho no semblante das pessoas emocionadas. "Quem tem música na alma, não desiste nunca", comenta.

Homenagem na Câmara

No dia 29 de novembro de 2018, o vereador Ronaldo de Souza, mais conhecido como Magal, que também faz parte do coral, convidou os participantes para uma sessão solene na Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul.

Foto Divulgação/CMJS

Por serem voluntários e não quererem se promover, muitos não queriam a homenagem, mas Pereira e Magal os invetivaram a participar.

"Nós não estamos fazendo isso para nos promover, mas sim para instigar outras pessoas a fazerem o mesmo ato de nobreza", relata.

Magal disse que a vontade de ajudar o próximo levou, através da melodia, aos integrantes transmitirem um pouco de paz e esperança a muitas pessoas. "É mais do que uma homenagem, é um reconhecimento", frisa.

Conheça os cantores:

  • Dilma Nogueira Salves;
  • Rosilene Longui Pereira;
  • Nelson Luiz Pereira;
  • Izolete Gonsalves Fachi;
  • Marcilene Campregher;
  • Silvane Salete Maia Perdoná;
  • Luiz Marcos Stahelin;
  • Iracema Stahelin;
  • Pedro Leite Martins;
  • João Kochella;
  • Moacir Uber;
  • Ismar Schwartz;
  • Carmen B. Schwartz;
  • Ana Alzira Ronch;
  • Vilma Junkes Machado;
  • Jurandir Martins;
  • Ronaldo de Souza.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?