Comunidade se mobiliza contra a dengue

Ana Elvira dos Santos dá exemplo ao furar os vasos e não deixar água parada - Fotos: Rafael Verch Ana Elvira dos Santos dá exemplo ao furar os vasos e não deixar água parada - Fotos: Rafael Verch

Cotidiano

Por: OCP News Jaraguá do Sul

sexta-feira, 04:00 - 19/02/2016

OCP News Jaraguá do Sul
Está deflagrada a guerra contra a proliferação do mosquito Aedes aegypti, causador da dengue, chikungunya e zika vírus. Esta semana, diversas ações estão sendo desencadeadas com o envolvimento de servidores públicos, trabalhadores da iniciativa privada e da população em geral. A intenção é mobilizar para que todos arregacem as mangas na eliminação de criadouros que possam causar risco à saúde pública. Hoje, a Prefeitura de Jaraguá do Sul desenvolve uma ação entre os servidores contra a dengue nos prédios municipais, como escolas, unidades de saúde e outros equipamentos públicos, para checar objetos que acumulam água, como tampinhas, pratos de vasos, ralos e garrafas. A ideia é que esses procedimentos passem a virar uma rotina semanal a partir desta sexta-feira. “Temos quatro mil servidores e a intenção é que essa checagem seja permanente em todos os prédios. Também pedimos aos proprietários que cuidem de seus terrenos, para que não acumulem água parada. E, se as pessoas encontrarem locais assim, denunciem à Prefeitura”, pede o prefeito Dieter Janssen. Denúncias podem ser feitas ao telefone 156. O diretor da Vigilância Epidemiológica do município, Dalton Fischer, reforça que “o combate à dengue se faz todos os dias. É uma arrancada para verificar as instalações, criar o hábito, para que seja permanente”.
pagina 7
Moradora usa cascas de arroz para manter terra seca, sem acúmulo de água

A supervisora do órgão, Marinei Ostetto, confirma que até ontem haviam sido encontrados quatro focos da larva do mosquito Aedes aegypti na cidade: nos bairros Água Verde, Centenário, Vila Lalau e Rio da Luz. Dos 26 casos suspeitos, quatro aguardam resultado para dengue e chikungunya e cinco pessoas foram confirmadas com dengue - todos transmitidos fora do Estado. Nesta semana, o município identificou o primeiro caso suspeito de zika vírus, em uma mulher de 56 anos que procurou uma unidade de saúde com os sintomas.

O último boletim divulgado pelo Estado, esta semana, apontou que desde 1º de janeiro até 13 de fevereiro foram notificados 1.662 casos de dengue em Santa Catarina. Do total, 323 foram confirmados, 633 foram descartados por exames e 706 casos aguardavam o resultado. A primeira epidemia de dengue no Estado ocorreu em 2015, com mais de três mil casos da doença. DICAS DE PREVENÇÃO • Mantenha a caixa d’água fechada; • Tampe tonéis e barris d’água; • Encha de areia até a borda os pratos das plantas; • Coloque no lixo todo objeto não utilizado e que possa acumular água (tampinhas plásticas, garrafas, pneus); • Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira bem fechada; • Mantenha as calhas limpas; • Não deixe água acumulada sobre a laje.
×