A estação mais fria do ano começa oficialmente no dia 21 de junho, mas as características tipicas do inverno já começam a aparecer em Jaraguá do Sul. O sobe e desce de temperaturas nos últimos dias no município fez muitas pessoas retirarem as roupas mais quentes do armário.

Nesta sexta-feira, uma massa de ar frio deve chegar na região deixando as temperaturas na casa dos 10º a 12ºC. Para sábado (25) e domingo (26) o clima continua o mesmo, mudando somente na segunda-feira (27), quando o termômetros devem marcar 15ºC.

No entanto, a massa de ar polar não será preponderante nesta estação.  De acordo com o meteorologista da Epagri/Ciram, Clóvis Corrêa, o inverno deste ano deve ser mais quente com temperaturas acima da média histórica.

Isso, porém, não significa que a estação não registre temperaturas negativas. "Vamos ter frio, mas no geral serão frentes passageiras e não será com muita frequência", revela Corrêa.

Temperaturas negativas serão passageiras neste inverno | Foto Eduardo Montecino/OCPNEWS

A previsão, conforme o prognóstico da Epagri, indica que o clima está sob a influência do El Niño, o que acaba inibindo a presença da massa de ar frio na região.
Em julho de 2018, o município bateu recorde de frio quando a cidade amanheceu com a temperatura por volta dos 6,6ºC, conforme os dados das estações meteorológicas do sistema Epagri espalhadas pelo Estado.

Dificuldades nas vendas

Embora o inverno não tenha iniciado, os reflexos da elevação das temperaturas são sentidas no comércio de Jaraguá. De acordo com o proprietário de um loja de roupas, situada no Centro, Daniel Baumann, nesta época do ano as vendas de varejo deram uma esfriada em relação ao mesmo período do ano passado.

"A gente têm o nosso planejamento e ele está caindo. Até o momento vendemos somente 20% do nosso estoque", revela o comerciante.

Baumann explica que enquanto o cliente não sente na pele a chegada do frio, ele não irá se preocupar em comprar as roupas de inverno. Entretanto, segundo o lojista, tem pessoas que se antecipam e acabam garantindo os melhores produtos.

"O inverno já vem diminuindo a intensidade. Há alguns anos, neste período, já tínhamos sinal do frio", acredita.

Se o clima ameno viesse com a mesma intensidade do ano passado, o comerciante Guilherme Santana, teria o que comemorar. Proprietário de uma padaria no Calçadão, ele acredita que o frio está demorando para chegar.

O preferido nesta época do ano, consumidores não estão tomando o café com frequência devido às temperaturas altas. | Foto Eduardo Montecino/OCPNEWS

Segundo ele, o movimento em seu estabelecimento triplica na estação. "Ainda não esfriou muito e o pessoal está na mesma estação rotina de Verão: toma um cafézinho e vai embora. Mas esperamos que o cenário mude com a chegada do frio", avalia.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?