Certificado: Banana mais doce do Brasil é de Corupá

Cotidiano

Por: OCP News Jaraguá do Sul

terça-feira, 08:41 - 27/09/2016

OCP News Jaraguá do Sul
Banana doce por natureza. Esse foi o slogan escolhido para marcar uma conquista histórica para Corupá e região. No dia 22 de setembro a Associação dos Bananicultores de Corupá (Asbanco) apresentou a logomarca da Indicação Geográfica (IG) que reconhece a banana produzida na região de Corupá como a mais do doce do Brasil. Além de Corupá, os municípios de Schroeder, Jaraguá do Sul e São Bento do Sul também fazem parte desse projeto. Em 2015, essa região teve 8.885 hectares de produção, 249 mil toneladas de banana comercializada, nove mil toneladas exportadas, movimentando em torno de R$ 50 milhões. Corupá, isoladamente, foi a segunda cidade do País e a primeira de Santa Catarina que mais produziu banana em 2015. Foram 152 mil toneladas colhidas, ficando atrás apenas de Bom Jesus da Lapa (BA), que produziu 171 toneladas. O levantamento foi divulgado pelo IBGE, com a lista da produção agrícola municipal. Na bananicultura, entre os 20 maiores produtores do País, também estão Luiz Alves (3º do país), Massaranduba (15º) e Jaraguá do Sul (17º). Entre os Estados, Santa Catarina é o quarto que mais produziu a fruta. O trabalho em busca do selo começou há 11 anos pela associação, mas há cerca de um e meio entrou em processo final, que resultou em um dossiê técnico de 703 páginas, que comprova que a banana produzida em Corupá realmente possui características específicas que a deixam mais doce. Agora, a logomarca já está registrada e reconhecida pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi). “A nossa banana também possui alto teor de potássio, o que torna o alimento ideal para atletas, por exemplo”, explica Eliane Cristina Muller, diretora executiva da Asbanco. Entenda mais sobre a Indicação Geográfica Indicação Geográfica (IG) é quando um produto é identificado como originário de uma região ou quando determinada qualidade ou característica do produto seja essencialmente atribuída à sua origem geográfica. É uma indicação que demonstra que um produto é patrimônio regional, onde normas e regras específicas já estão organizadas para preservar esta identidade. É critério básico que ele já seja parte da cultura do povo, tenha uma história de vínculo com as pessoas e esteja dentro de uma determinada área demarcada. Este conceito é muito antigo, foi surgindo aos poucos e sendo necessário para proteção do patrimônio cultural ao longo do tempo. Uma das mais antigas indicações é a do Vinho do Porto, em Portugal, e uma das mais famosas o Champagne, na França. A conquista da região de Corupá trata-se da primeira Denominação de Origem (DO) de produtos do Estado de Santa Catarina e da primeira denominação de banana registrada no mundo.
×