A Secretaria de Saúde de Corupá lançou nesta quarta-feira (1º) no posto de saúde do Centro do município (ESF 3) o Mutirão “Veja+Corupá”. Por meio desta ação, a secretaria pretende atender da próxima segunda-feira (6) a 13 de novembro cerca de 600 pessoas que estão na fila de espera por uma consulta ou exame oftalmológico.  Atualmente a demanda por uma consulta desta especialidade é de 886 pessoas em Corupá. Algumas pessoas estão na fila de espera desde 2012 como é o caso do jardineiro Edemar da Silva, de 34 anos, que nesta quarta-feira recebeu das mãos do prefeito João Carlos Gottardi e do secretário de Saúde Irineu Pasold a confirmação de agendamento de consulta para segunda-feira (6).

Edemar comenta que não tinha mais esperança de ser chamado para a consulta com o oftalmologista depois de cinco anos e que agora poderá saber por meio de especialista o motivo de estar com dificuldades na visão. “Estou feliz que agora vou poder realizar uma consulta no posto de saúde já que não tinha condições de fazer particular. Esse tipo de ação é muito importante para quem precisa”, comenta. Além de Edemar, a Alice Guessnerm de 72 anos, também recebeu o agendamento para consulta na segunda-feira por meio do mutirão. Dona Alice também aguardava desde 2012 por uma consulta na rede pública de saúde de Corupá.

Segundo o secretário de Saúde de Corupá Irineu Pasold, o mutirão de consultas oftalmológicas concretiza a proposta na área da saúde do governo do prefeito João Gottardi que é diminuir a fila de espera por especialidades médicas. “Tínhamos uma demanda de 886 pessoas que estavam na fila que se originou em 2012 e que tem uma procura diária. Neste primeiro momento vamos disponibilizar 600 consultas com o Mutirão Veja+Corupá e depois pretendemos realizar uma nova ação no começo do ano que vem com mais 300 consultas. Queremos que a população de Corupá tenha mais qualidade de vida por meio do atendimento à saúde”, completa.

O prefeito João Carlos Gottardi destaca que além da área de oftalmologia que deve ter reduzida a fila de espera, a Prefeitura já conseguiu diminuir a demanda por consultas cardiológicas que estava em 380 e agora passou para apenas 30. Além disso, também foi dobrado o número de consultas pediátricas por conta da contratação de uma profissional para atuar diretamente no posto de saúde, já que antes as consultas ocorriam fora do município.  “Estamos conseguindo melhorar muito a área da saúde no município neste ano e pretendemos melhorar ainda mais em 2018”, conclui.

Estiveram presentes no lançamento do Mutirão Veja­+Corupá o prefeito João Carlos Gottardi, o vice Arno Neuber, secretários municipais, o presidente da Câmara Alceu Moretti, os vereadores Andressa Fischer e Beto Maia, o empresário Fábio Espíndola, representante dos secretários de saúde da região, equipes dos postos de saúde de Corupá, alguns pacientes chamados para as primeiras consultas oftalmológicas e imprensa de Corupá e região.

Atendimento Mutirão

O atendimento do Mutirão “Veja+Corupá” será realizado pela Clínica de Correção da Visão Ribeirão Preto que está credenciada pela Prefeitura para atendimento da demanda oftalmológica do município pelo período de um ano. O mutirão começa na segunda-feira (6) e vai até o dia 13, se concentrando no posto de saúde-EFS 3, no Centro de Corupá com atendimento inclusive no sábado (11) e domingo (12) para facilitar para as pessoas que foram agendadas e não podem vir ao longo da semana.

O custo de cada consulta para a Prefeitura será de R$ 60,00. Segundo o secretário Irineu Pasold, este valor fica bem acima do que é cobrado por outras clínicas ficando em média R$ 80,00. Os pacientes terão o atendimento totalmente gratuito.

Servidores dos quatro postos de saúde de Corupá estão agendando desde a semana passada as consultas e exames com as pessoas que estão na lista de espera tendo prioridade as que estão mais tempo na fila. Os profissionais da Clínica contratada para as consultas e exames já montaram uma sala de triagem e outra sala para consultas e exames oftalmológicos no posto de saúde ESF 3 e durante os 10 dias do Veja+Corupá devem ser atendidos em média 75 pacientes nos períodos da manhã e tarde.

*Com informações da Prefeitura de Corupá