Estudar com foco no objetivo, mas tornar esse momento mais prazeroso e divertido. Aproveitar as redes sociais, geralmente tratadas como vilãs quando o assunto é o aprendizado.

Em Santa Catarina, uma estudante virou influencer unindo a necessidade de reforçar conteúdos de vestibular ao cotidiano digital.

Geralmente, a preparação para esse momento costuma gerar maior ansiedade nos estudantes. Eles enfrentam cobranças de todos os lados: escola, família, amigos e até mesmo cobrança pessoal.

Os professores auxiliam com dicas para assimilar fórmulas e conteúdos, a escola oferece material online mas, quem determina a “estratégia de guerra” é o aluno.

Foi pensando no próprio objetivo e em ajudar outros estudantes, que Karina Alexandra Gotz Vitali, 20 anos, aluna do Colégio Energia, em Florianópolis, deu "asas" ao perfil @karinaestuda, no Instragam.

Perfil ajuda a fixar conteúdos de vestibular | Fotos Arquivo Pessoal

Ela se prepara para prestar vestibular para Direito, na UFSC, e criou um "studygram" - perfil voltado para os estudos - que tem 14,5 mil seguidores.

Na rede social, compartilha dicas de estudo, de organização e divide um pouco da rotina de vestibulanda.

“Quando eu estava na escola eu gostava de estudar, mas não fazia resumos eficientes, basicamente copiava o que estava no caderno. Comecei a me dedicar aos resumos no ano passado", revela.

Em 2017, Karina criou o studygram para se motivar, mas foi apenas no ano passado que resolveu se dedicar a ele.

"Estou feliz de ver que muitos estudantes me acompanham, aprendem e dividem dúvidas por este canal”, conta.

Conteúdo adaptado ao Instagram

O reconhecimento pelas dicas compartilhadas tem incentivado a jovem, que normalmente posta sobre o conteúdo que está estudando no momento, ou que já revisou no decorrer desse ano.

"Quando chegam mensagens de pessoas me agradecendo por alguma coisa fico muito feliz, é incrível ver a proporção que minha dedicação chegou", destaca.

Sabendo que vários estudantes estão nesse mesmo momento, Karina organiza o material escolhido nas aulas ou na internet com capricho.

"Adapto ao meu jeito para o Instagram, que tem uma linguagem especial. E quando faço exercício e vejo que preciso relembrar alguma coisa que esqueci, isso também gera um post", declara.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?