No verão nos abrimos mais. A cor do dia nos convida para viver ao ar livre. Com dias mais longos, chegamos em casa e ainda temos tempo de aproveitar a luz.

Todos os dias são uma espécie de convite a uma festa. E nada combina mais com o verão do que isso, certo? Passar mais tempo ao ar livre, usar a piscina, fazer churrasco – especialmente aqui em nossa região.

Aproveitar os ciclos da natureza também diz respeito ao uso da casa, viver nas varandas, nos espaços abertos e nos jardins requer planejamento, conforto e aconchego.

E para que estes momentos de lazer se tornem ainda mais atrativos, a ideia é tornar estes espaços abertos agradáveis para o convívio. Para isso, é importante que além de filtrar a luz do dia, eles também sejam sombreados.

Neste caso, a escolha da vegetação é fundamental, destacam a arquiteta Silvana Pretto e a designer Patricia Kuhn Schuster. As consultoras lembram que as trepadeiras têm importante função e podem funcionar como aliadas, transformando varandas quentes em espaços agradáveis e frescos.

Para planos a longo prazo, plante árvores de sombra. “Quanto antes você tomar a iniciativa, mais brevemente poderá usufruir. E com as árvores vêm frutos e os passarinhos. Ouvir o canto deles é um deleite!”, destacam.

Aquele espaço entre a casa e o muro lateral  pode se transformar em um tão sonhado cantinho de sombra, com o conforto e o frescor que se busca. Uma sugestão é transformar uma janela que dê para este espaço em porta janela.

Desta forma, ela vai ampliar o espaço interno e melhorar a ventilação. Para completar, a colocação de um banco e de uma pérgola tornam o ambiente muito mais atrativo. E, daí por diante, o uso da criatividade permite plantas, objetos decorativos e até uma fonte de água para transformar aquele cantinho esquecido num verdadeiro oásis de paz e tranquilidade.

Perfeito para relaxar, um bom papo e leitura. A variedade de móveis de jardim e equipamentos portáteis estão aí para ajudar você a inventar formas diferentes de receber seus amigos. O carrinho de apoio pode servir tanto na cozinha, na churrasqueira ou para servir como um apoio charmoso para bebidas, frutas, sorvetes.

Opte por materiais resistentes ao sol, à chuva e outras intempéries. Móveis, almofadas e outros elementos devem ter tratamentos específicos que protejam da chuva e dos raios UV. Investir nisso é um bom negócio, pois terão muito mais durabilidade.

Por fim, as especialistas sugerem muita criatividade para tornar o cantinho personalizado. “Crie um clima de festa com aquelas luzinhas charmosas e tecidos (até aquela canga bonita de praia pode se transformar numa toalha de mesa ou numa manta para um banco) São as pequenas coisas – normalmente muito acessíveis – que farão a diferença na hora de dar seu toque pessoal ao ambiente.”

*TEXTO ELABORADO COM A COLABORAÇÃO DA ARQUITETA SILVANA PRETTO E A DESIGNER PATRICIA KUHN SCHUSTER