A Prefeitura de Jaraguá do Sul, por meio do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto), lançará uma campanha para orientar proprietários de imóveis e construtores de como fazer a ligação correta dos imóveis ás redes de esgoto e de escoamento da água das chuvas pelas redes pluviais.

Atualmente, Jaraguá do Sul atende 90% da população com tratamento de esgoto, no entanto, ainda se observa mau cheiro relacionado ao esgoto em alguns pontos da cidade.

Além disso, segundo o diretor-presidente do Samae, Ademir Izidoro, em dias de chuva forte, as redes ligadas indevidamente causam transtornos fazendo com que os efluentes se espalhem pela rua ou voltem para dentro das residências.

Izidoro conta que a preocupação com essas ocorrências vem da frequência com que elas ocorrem, originando o tema da campanha de conscientização. Afinal, tais situações acontecem devido a alguma conexão de rede feita de forma equivocada. Trazendo prejuízos para o tratamento de esgoto, para o meio ambiente e a cidade como um todo. Por isso surgiu a ideia da campanha de conscientização, pois na maioria das vezes, a população desconhece a maneira correta de fazer a ligação.

Ligação correta

O foco da campanha é explicar que as águas provenientes das chuvas devem ser conectadas à rede de drenagem pluvial e as águas do esgoto doméstico devem ser conectadas à rede coletora de esgoto. E jamais devem se misturar, pois é justamente esse equívoco que causa os maiores problemas. Por isso é importante que cada munícipe verifique se a sua casa está ligada corretamente.

Além da campanha, o Samae irá desenvolver ações de fiscalização para identificar as residências que estão ligadas de forma irregular. Nesses casos, existe a possibilidade de multa por descumprimento. Segundo Izidoro, a fiscalização tem o objetivo de informar e orientar, dando a oportunidade para que o morador regularize a situação.

O material da campanha traz o assunto de forma bem detalhada sobre o que é certo e o que não deve ser feito. A campanha começa no dia 2 de agosto através de jornais, revistas, rádios, outdoors, redes sociais e folhetos explicativos que serão entregues em todas as residências de Jaraguá do Sul.

Izidoro reforça que o objetivo de uma campanha tão abrangente é conscientizar a população para que tais ocorrências deixem de existir. Ele lembra ainda que as residências que ainda não são atendidas pela rede pública de coleta de esgoto devem manter o tratamento individualizado de efluentes através do sistema fossa e filtro.

Resposabilidade de todos

Para o prefeito Antídio Lunelli, a responsabilidade é de todos.

“O Município, por meio do Samae, oferece todo o serviço de coleta, afastamento e tratamento do esgoto. No entanto, é preciso que a população cumpra a sua parte, fazendo as ligações corretas, evitando a sobrecarga no sistema de tratamento”, disse ele.

Autorização

O morador deve aguardar a liberação do Samae para fazer a ligação do esgoto doméstico na rede coletora de esgoto, que ocorre através de uma “Carta de Liberação”. Essa carta é entregue pessoalmente ao munícipe.