Os serviços de alimentação também estão entre as atividades incluídas na flexibilização de atuações anunciadas na terça-feira (21) a noite pelo governador Carlos Moisés. Mais uma vez esta atividade está sujeita a restrições e os reflexos da atuação fica sob monitoramento das autoridades de saúde.

 

 

O secretário de Estado da Saúde, Helton Zeferino, explica que, no caso dos serviços de alimentação (restaurantes, bares, cafeterias lanchonetes, etc) as medidas restritivas ocorrem já na entrada dos estabelecimentos.

Confira as regras:

  • Todos os clientes devem utilizar máscaras e é necessário que seja disponibilizado álcool em gel a 70% para a higienização das mãos.
  • A limpeza das mãos pode ocorrer também em pias, com o uso de água e sabão.
  • Na área do buffet, os clientes devem novamente higienizar as mãos e utilizar luvas plásticas descartáveis na hora de se servir.
  • O distanciamento dos clientes deve ser de um raio de 1,5 metros.

 

 

Foto Studio OCP

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp