Essa semana começou bem diferente da última que se passou. Sem bloqueios nas rodovias e com caminhões trafegando, os serviços, antes prejudicados devido ao desabastecimento de inúmeros insumos, começam a normalizar nos municípios da região.

Em Jaraguá do Sul a orientação na segunda-feira (4) foi para que os pais de alunos da rede municipal que frequentam do pré ao nono ano enviassem lanches às escolas.

O único serviço sem atendimento nesta segunda foi o de educação voltada aos maternais e berçários nas creches, mas, neste caso, a data não conta como dia letivo perdido. O não atendimento se deu por conta da falta de alimentação restrita exigida para essa faixa etária.

De acordo com o secretário de educação, Rogério Jung, a situação deve estar completamente normalizada nesta terça-feira, com o abastecimento de alimentos e hortifrutigranjeiros completamente retomado.

Em Guaramirim, as aulas foram retomadas nesta segunda-feira, após a suspensão na quarta-feira (30), véspera de feriado. Segundo a secretária de educação, Marja Rebelato, a decisão pela normalização nas aulas foi tomada após reunião com o prefeito, Canarinho – empresa que realiza o transporte – e distribuidores da merenda.

“Nós percebemos que teria condições de retomar as aulas a partir de hoje e a minha maior preocupação em viabilizar essa retomada era em dar segurança aos pais e alunos, levando em consideração que após o abastecimento, todos retornariam ao trabalho a partir desta segunda”, salienta.

As aulas da rede municipal foram suspensas apenas por um dia e, de acordo com a secretária, já há uma data em novembro que será utilizada para reposição.

Cardápio adaptado em Guaramirim

Assim como acontece em Jaraguá do Sul, em Guaramirim o abastecimento de hortifrutigranjeiros ainda está sendo normalizado e, com isso, a secretaria trabalha com um cardápio adaptado para não deixar de atender aos alunos do município.

Além disso, com a suspensão das aulas na quarta-feira, a secretária afirma que houve uma economia e o cardápio destinado para aquela data foi utilizado nesta segunda-feira. “A maior defasagem é em frutas e verduras, mas o abastecimento será normalizado nesta semana”, garante.

A secretária ressalta ainda que não há qualquer problema com o estoque de gás, embora o abastecimento ainda não tenha sido retomado completamente. “Tivemos apenas uma unidade que ficou sem gás, mas a secretaria conseguiu contornar”, destaca.

Em Corupá também há adaptação nos cardápios das merendas devido à falta de alimentos hortifrutigranjeiros.

“Ainda faltam alimentos como frutas e verduras, mas a merenda escolar será oferecida com alimentos disponíveis em estoque e conforme os hortifrutigranjeiros tiverem a entrega normalizada, estes passarão a entrar novamente no cardápio”, informa por meio de nota.

Já em Schroeder e Massaranduba, os serviços foram retomados sem qualquer prejuízo à população. E, no caso de Massaranduba, que teve suspensão das aulas na segunda-feira (28), uma reunião deve ocorrer ainda nesta semana para definir a data de reposição.

Sem perspectivas de nova paralisação

Segundo o major Aires Pilonetto, não há qualquer indício de que novas paralisações possam ocorrer na região, até porque ele ressalta que há uma liminar deferida pela Justiça para que não haja obstrução no direito de ir e vir da população. “A PM vai cumprir a sua função quando acionada”, garante.

Pilonetto afirma ainda que houve uma princípio de movimentação em Guaramirim na noite de domingo (3), por volta das 22 horas, mas que antes da meia-noite o grupo já havia se dispersado. “A PM está sempre monitorando e, aparentemente está tudo normal e nada nos leva a crer que possa haver novas paralisações”, finaliza.