A Campanha Nacional de Vacinação contra gripe começa dia 12 de abril e vai até 9 de julho.

A informação é ressaltada pela enfermeira supervisora de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde de Jaraguá do Sul, Ana Cristina Kneipp.

De acordo com ela a campanha ocorrerá simultaneamente à vacinação contra a Covid-19, mas o Ministério da Saúde não recomenda a aplicação dos dois imunizantes no mesmo dia.

“Deverá ter um intervalo de 14 dias entre as doses”, informa a supervisora.

Neste ano, o Programa Nacional de Imunização (PNI) dividiu a aplicação em três etapas: no primeiro grupo, formado por crianças, com idade de 6 meses a 6 anos, gestantes, mulheres que acabaram de ter filhos, povos indígenas e trabalhadores da saúde, a aplicação da vacina será feita de 12 de abril a 10 de maio.

De 11 de maio até 8 de junho, será a vez dos idosos e dos professores e de 9 de junho a 9 de julho, serão vacinadas pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, com deficiência permanente, forças de segurança e salvamento, Forças Armadas, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e população privadas de liberdade.

O secretário de Saúde de Jaraguá do Sul, Alceu Gilmar Moretti lembra que os dois imunizantes (contra gripe e contra Covid) são importantes, quem pertence aos grupos prioritários deve tomar as doses indicadas, respeitando o intervalo entre elas.

Alceu Moretti também reforça que a vacinação contra a gripe será feita nos postos de saúde dos bairros e a vacinação Covid seguirá na Central de Vacinas montada no Parque Municipal de Eventos.

Em 2020 foram vacinadas 40 mil pessoas contra a gripe em Jaraguá do Sul. Neste ano a Secretaria espera superar um pouco esta marca.

Casos positivos para Covid-19

A supervisora de Imunização, Ana Cristina Kneipp, reforça que o recomendado é que pessoas com quadro sugestivo de infecção causada pelo coronavírus adiem a vacinação contra a influenza, para evitar uma possível confusão com outros diagnósticos diferenciais.

Nos casos positivados para Covid, a vacina contra gripe deverá ser realizada após 30 dias da data do exame.

Etapas

12 de abril a 10 de maio

Crianças entre 6 meses e menores de 6 anos (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas, povos indígenas e trabalhadores da saúde.

11 de maio a 8 de junho

Idosos e professores.

9 de junho a 9 de julho

Doentes crônicos, não transmissíveis, e outras condições clínicas especiais, com deficiência permanente, forças de segurança e salvamento, Forças Armadas, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e população privadas de liberdade.

Com informações de assessoria de imprensa.