A Secretaria de Saúde de Corupá ampliou desde o começo deste mês o atendimento à população na unidade de saúde (ESF2), conhecida como posto do Lions. Nas terças e quartas-feiras, o posto abre das 7h30 às 11h30 e das 12h30 às 20h30, para atender a consultas previamente agendadas, já nas segundas, o horário de atendimento é das 7h30 às 11h30 e das 12h30 às 16h30 para as consultas de demanda espontânea, ou seja, em que as pessoas não precisam agendar. Já nas quintas e sextas-feiras, o horário também ocorre até às 16h30 sendo para consultas agendadas com algumas vagas abertas para demanda de urgência. Segundo o secretário de Saúde de Corupá Irineu Pasold, o horário estendido até as 20h30 para consultas nas terças e quartas-feiras possibilitou a criação de mais 24 vagas de consultas por semana no posto. O secretário Pasold comenta que ampliação de horário no ESF 2, além de facilitar o acesso da população ao atendimento do posto, também foi uma forma encontrada pela Secretaria de aproveitamento do posto que atualmente conta com uma sala de atendimento e dois médicos. Estes dois profissionais vão revezar a utilização do consultório e assim podem atender em horário ampliado. Pasold esclarece ainda que o atendimento com horário estendido é para casos que não são de urgência e que, portanto, para os casos mais graves, a população deve procurar pelo Pronto-Atendimento 24 horas. Outro posto de saúde que tem horário ampliado de atendimento à população desde o ano passado é a unidade do Centro – ESF 3 que atende nas segundas e quintas-feiras das 7h30 às 11h30 e das 12h30 às 18h30 também para consultas agendadas, pois a demanda espontânea é realizada no período da manhã durante o restante da semana.
O posto de saúde do centro também conta com horário estendido | Foto Divulgação/Prefeitura de Corupá
Mais uma mudança relacionada ao atendimento nos postos feita pela Secretaria de Saúde é que a partir deste ano, as reuniões de equipe dos postos e Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), que antes ocorriam todas as quartas-feiras à tarde na unidades, agora são realizadas somente uma quarta-feira do mês, ampliando assim o atendimento para a população.

Demanda

A gerente de Promoção e Assistência em Saúde Jéssica Pereira, da Secretaria Municipal de Saúde, ressalta que no atendimento de demanda livre dos postos de saúde existe o acolhimento realizado pelo enfermeiro da unidade. Ela destaca ainda que conforme protocolo, as vagas são preenchidas por ordem de prioridade de atendimento, não mais por ordem de chegada. “Não é necessário chegar antes das 7h no ESF, pois o atendimento da demanda livre é realizado por meio de triagem com a enfermeira da unidade que classificará o paciente como atendimento do dia (consulta da demanda espontânea) – urgência e emergência (Pronto-atendimento) ou agendamento (consulta marcada)”, explica Jéssica. O objetivo desse trabalho de organização feito pela Secretaria Municipal de Saúde é de que os pacientes não precisem mais acordar de madrugada para esperar em frente à uma fila no posto de saúde para pegar uma ficha de atendimento. Com este protocolo, todas as pessoas são atendidas pelo enfermeiro da unidade, examinadas e posteriormente passam pelo médico de acordo com a necessidade. Jéssica relata que atualmente as faltas nas consultas das unidades de saúde ficam em torno de 30 por mês. Número considerado alto pela Secretaria de Saúde. Ela orienta para aqueles que não puderem comparecer na data e horário marcado que avisem a unidade de saúde com antecedência para que possa ser encaixado outro paciente. *Com informações da Prefeitura de Corupá