Três alunos do nono ano da escola Professor Santos Tomaselli, em Schroeder, conquistaram o terceiro lugar na Mostra de Ciências e Tecnologia da Escola Açaí, promovida no início de dezembro em Abaetetuba, Pará. Na categoria do ensino fundamental, os estudantes apresentaram um projeto que utiliza a robótica como instrumento no estudo e conteúdos matemáticos. Com a premiação, eles estão credenciados para a Feira de Tecnologias, Engenharias e Ciências do Mato Grosso do Sul, prevista para o ano que vem. Eduarda Jahn da Silva, Maiene Persch e Vinicius da Luz Figueiredo construíram dois robôs lançadores utilizando circuitos eletrônicos e peças Lego, um com objetivo de acertar a cesta e outro de fazer o gol. Para jogar, os alunos podem modificar ângulos, mas não descolar o robô do chão. Após as tentativas, são colhidos dados para o desenvolvimento de cálculos matemáticos como a média de acertos, probabilidades e porcentagem. Segundo o professor orientador do projeto, Ronir Voigt, o objetivo é facilitar a compreensão dos conteúdos através do material e despertar maior interesse pela disciplina com a tecnologia. O projeto começou a ser desenvolvido em março, durante as aulas de robótica que a escola promove no contraturno há alguns anos. Para conquistar a vaga na Mostra de Ciências, o trabalho foi premiado, primeiramente, na Feira Brasileira de Iniciação Científica de Jaraguá do Sul. Outros dois projetos da escola também foram classificados para outras competições pelo Brasil. Segundo os alunos, o rendimento deles na matemática e também dos seus colegas melhoraram com o andamento do trabalho. A coorientadora do projeto, Edna da Rocha, acredita que o diferencial dos estudantes para terem se classificado foi o desenvolvimento da proposta, a estrutura do projeto e a clareza na apresentação dele. Uma das alunas que participaram da criação, Maiene observa que a experiência de ir até a Mostra e conquistar a credencial foi excelente por proporcionar que eles conhecessem novas culturas, aproveitassem a diversidade e aprendessem com outros projetos apresentados. O projeto ainda será aperfeiçoado para a feira que acontece no ano que vem. LEIA MAIS: Escola de Schroeder busca apoiadores para levar projeto a feiras pelo Brasil afora