Álbum jaraguaense traz “tempero moderno” à música

Cotidiano

Por: OCP News Jaraguá do Sul

quinta-feira, 06:49 - 11/02/2016

OCP News Jaraguá do Sul
Junte cinco amigos talentosos, doses generosas de criatividade, pitadas sem moderação de alegria e entusiasmo, além de música à vontade. Deixe tudo isso no mesmo local por um fim de semana e o resultado será surpreendente. Essa não é a receita oficial estampada no encarte, mas certamente os ingredientes foram necessários para dar o sabor e o toque especial ao Tempero Moderno, novo CD de Samuca Chiodini. O álbum, que contém sete faixas, mostra o potencial do som instrumental feito em Jaraguá do Sul. Cada uma das seis músicas compostas por Chiodini trazem um pouco da vivência e da experiência na cidade, de amigos que aqui fez e até uma tia dele, Tia Ivone, serviu de inspiração e foi homenageada em uma das composições. “Queria apresentar um som muito para frente com uma linguagem nova, fugindo do padrão. Cada música surgiu em um momento, mas a ideia é sempre mostrar que o som é de Jaraguá do Sul, mostrar o que é nosso indiferente de onde for apresentado”, afirma o músico e compositor Samuca Chiodini. A sétima faixa, intitulada Gaucho’s Groove, foi composta pelos cinco músicos participantes, no último dia de gravações. Samuca Chiodini, Roger Loos - que assina a arte da capa do disco -, Rodrigo Tranquilo, Marco Jaguatirica e Felipe Low Hand uniram forças para dar vida à composição. “Apesar do cansaço, pois estávamos desde sexta-feira trabalhando na gravação das músicas, no domingo à noite ainda conseguimos compor uma nova. Foi improviso desde o começo e acho que jamais conseguiremos tocá-la da mesma forma de novo, mas a ideia era essa. Não queria perfeição, mas sim sinceridade”, explica. Com esse álbum, Chiodini comenta que também deseja mostrar que a cena instrumental em Jaraguá do Sul existe e levar o que é feito na cidade para outros lugares, gerando o reconhecimento. “A música instrumental é, muitas vezes, entendida como algo muito segmentado e acaba não sendo consumido pelo grande público. Uma das ideias quando comecei a compor para esse CD foi de trazer músicas mais animadas, na onda do instrumental fusion, para abranger mais pessoas”, defende. Aprovado pelo Fundo Municipal de Cultura, o projeto começou a ser executado no ano passado, quando ocorreu a gravação, porém, o formato físico chegou apenas nesta semana. Chiodini explica que agora aguarda a Fundação Municipal de Cultural marcar uma data para o show de lançamento, previsto no projeto aprovado. Ele conta que irá inscrever um novo projeto no Fundo Municipal para viabilizar um show maior. “A ideia é conseguir realizar um show com toda a estrutura necessária e naipe de metais, mas isso depende do resultado do edital”, diz. Além disso, o grupo deve se apresentar em algumas cidades através do Sesc e projetam levar as composições do novo CD. Os interessados em adquirir o álbum, que será comercializado por R$ 10, podem entrar em contato com o músico através da página facebook.com/samucachiodini.  
×