A Prefeitura de Jaraguá do Sul, por meio da Fundação Jaraguaese de Meio Ambiente (Fujama), promoveu neste feriado de 7 de Setembro e na parte da manhã de quarta-feira (8) a ação de castração gratuita de cães e gatos (machos e fêmeas), nos bairros Santo Antônio e Jaraguá 84. Ao todo foram atendidos 340 animais nos dois dias da iniciativa.

Foto: Divulgação PMJS

A iniciativa foi desenvolvida por meio do Programa de Castração de Animais, com o uso do Castra Móvel, que foi até essas comunidades. Esta edição do programa foi voltada apenas para as famílias cadastradas no Cras dos bairros Santo Antônio e Ribeirão Cavalo, que realizaram a inscrição dos animais no mês de agosto.

A coordenadora do Projeto de Castração da Unidade Móvel, Karine Kiatkoski, explicou que antes de realizar este tipo de procedimento é preciso observar alguns aspectos do animal.

“O primeiro e o principal é a idade do pet que deve estar na faixa etária de três meses a 10 anos de idade. Também é importante que ele esteja saudável. Por isso é necessário um exame clínico de olho, gengiva, se tem peso, a questão da vermifugação. Ou seja, verificar se está em condição de passar por uma cirurgia. Ontem (7), nós rejeitamos dois que estavam muito anêmicos", disse a coordenadora.

Foto: Divulgação PMJS

Karine também mencionou que em grande parte dos procedimentos foi utilizada a anestesia inalatória.

“É um procedimento mais caro e é mais seguro, principalmente para animais mais sensíveis", informou.

Moradora do Santo Antônio, Liliane Müller aproveitou a campanha para levar seus três cães e dois gatos para serem castrados.

“A gente vê na rua muitos animais abandonados. Ao mesmo tempo, não é fácil para quem ter cuidar dos animais. Por isso, resolvemos castrá-los para não ter risco de ter mais filhotes”, disse.

O marido de Liliane conta que eles têm uma cadela com mais de oito anos.

“Quando a gente veio da Vila Lenzi para cá, achávamos que a Colie não poderia ter mais filhotes por conta da idade. Não demorou muito e ele acabou prenha. Dos quatro cachorrinhos que nasceram, um morreu logo após e os outro três a gente está criando”, contou.

Cães e gatos também ganharam um chip e um pingente com hashtag para ser colocada na coleira com todas as informações do pet. Caso os animais mudem de tutores, os novos donos devem procurar a Fujama para atualização desses dados.

Foto: Divulgação PMJS

Representantes da entidade também informaram que ainda não há previsão para outro evento do gênero ocorrer.

“Quem tiver interesse em castrar seu animalzinho é bom ficar atento ao portal da Prefeitura e da própria Fujama porque tão logo seja definida a data para nova ação será amplamente divulgada nestes canais”, adiantou a assessora de Gabinete da Presidência da Fujama, Patrícia Brugnago.